Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020
Notícias sobre Games e e-Sports



5 Franquias da Capcom que precisam de um retorno

Uma das “grandes modas” do mundo dos games atualmente é a criação de versões remake de jogos consagrados. Nesse sentido,…

Por Yohan Bravo , em Outros Games , data: 31 de janeiro de 2020 Tags:,

Uma das “grandes modas” do mundo dos games atualmente é a criação de versões remake de jogos consagrados. Nesse sentido, dentre todas as empresas que já criaram algum remake, a Capcom é, sem dúvidas, aquela que merece maior atenção.

Afinal, o Remake de Resident Evil 2 provou que a empresa japonesa respeita seus títulos lendários e consegue criar aventuras que mantêm um equilíbrio perfeito entre modernidade e nostalgia.

Além disso, a Capcom, por ser uma das maiores lendas do mundo dos games, possui em “sua geladeira”, uma boa quantidade de franquias adormecidas. Franquias essas que os fãs iriam adorar ver brilhando em algum retorno.

E foi pensando em relembrar alguns exemplos do poderio da Capcom, que eu resolvi criar uma lista com cinco franquias da empresa que precisam de um retorno. Como irá perceber, selecionei cinco lendas, dentre as muitas opções, apenas para provar que os fãs podem ter diversão garantida por muitos anos, graças a essa “onda de remakes”. Vamos conferir?

Onimusha

Quem foi gamer durante a “Era do PS2” pôde ver muitas franquias nascendo, não é mesmo? Bem, uma dessas franquias foi Onimusha. Com quatro títulos lançados até hoje, a história da série teve início em 2001 e chegou ao fim, sem mais nem menos, em 2006.

Para quem não se lembra (como se fosse possível esquecer), Onimusha é uma série de jogos de ação e aventura que se passa no Japão, durante a época do infame Oda Nobunaga.

Nos quatro títulos lançados, tivemos uma poderosa mescla de história e fantasia, com samurais, viagens no tempo, demônios, combates com espadas e muito mais…

Sem dúvidas, Onimusha é uma das franquias que mais deixaram saudade nos corações dos players. Se a Capcom planeja reviver franquias antigas, essa série deveria, obrigatoriamente, ser incluída nos planos da empresa japonesa.

Dino Crisis

Dino Crisis

A vida da franquia Dino Crisis também foi muito curta. Após um primeiro título inesquecível, lançado em 1999, a série encontrou seu fim em 2003, com um Dino Crisis 3 que muita gente sequer sabe que existe (já que o game foi muito ruim).

Como o nome sugere, Dino Crisis envolve terríveis dinossauros em uma trama muito bem elaborada. No primeiro título (o mais importante de toda a franquia), o game seguia uma ideia bastante voltada para o gênero survival horror.

Na segunda aventura, o gameplay ganhou maior dinamismo e muitos elementos de jogos de ação. Daí, sinto em dizer que os games que vieram na sequência não fizeram justiça aos seus antecessores.

O interessante é que, mesmo com um péssimo fechamento (em Dino Crisis 3), o amor dos fãs pela franquia não diminuiu. As lutas de Regina e Dylan contra os dinossauros mortíferos, ainda são memórias vivas nas mentes dos fãs. Por conta disso, Dino Crisis é mais uma série que a Capcom precisa reviver.

Final Fight

Final Fight

Indo mais para o passado, na época em que eram muito comuns os atos de “assoprar as fitas e comprar fichas”, chegamos até um clássico chamado Final Fight. Como esquecer de um dos maiores ícones do gênero Beat ‘em up?

A franquia Final Fight nasceu em 1989. E a “lenda diz” que o projeto seria uma sequência para o aclamado Street Fighter. Porém, as ideias acabaram ficando muito diferentes da essência do clássico jogo de luta… e Final Fight fez história.

A saga morreu em 1995, com Final Fight 3. Aliás, a franquia até chegou a receber um título em 2006… um título tão ruim que não deveria ter recebido um nome tão importante.

Resumindo, o fato é que Final Fight é uma verdadeira lenda. Qualquer player veterano conhece o prefeito Haggar e outros personagens que marcam presença até hoje em Street Fighter (Cody, Guy, Sodom e muitos outros). Aliás, a presença desses personagens em games recentes prova que a Capcom também não esqueceu da franquia Final Fight… seria esse um bom sinal para o retorno dessa lenda dos fliperamas?

Darkstalkers

Darkstalkers

Mesmo sendo conhecida como a criadora do lendário Street Fighter, a Capcom também deu aos fãs de jogos de luta o incrível Darkstalkers. Aqui no Ocidente, essa série viveu entre 1994 e 1997, com três títulos. O povo do Japão chegou a ganhar edições especiais até 2005… mas a ânsia por novidades é a mesma em todo o mundo.

Darkstalkers é uma série de games de luta que chamou a atenção pela grande originalidade dos personagens e por seu “ar sombrio”. Vampiros, lobisomens, o monstro Frankenstein e uma Chapeuzinho Vermelho bem controversa eram alguns dos peculiares lutadores.

Além dos personagens, os combates dinâmicos e o visual dos jogos também ajudaram a marcar diversas imagens nas memórias dos players.

Curiosamente, muitos dos personagens de Darkstalkers são utilizados em outros games, em campanhas publicitárias e produtos. E isso prova que a Capcom ainda colhe os frutos do poder da franquia e que seria não exagero algum exigirmos o retorno das incríveis lutas que Darkstalkers já nos proporcionou.

Breath of Fire

Falemos agora da última franquia a ser citada nesta lista… Para quem jogou os RPGs lendários da época do Super Nintendo e do PS1, o nome Breath of Fire dispensa qualquer tipo de comentário.

A história da franquia começou em 1993, com o primeiro Breath of Fire, e se encerrou em 2002, com Breath of Fire: Dragon Quarter (um jogo que dividiu opiniões).

Sim, existiu um MMO lançado no Japão, no ano de 2016, mas o projeto não vingou. De qualquer forma, estamos falando aqui de uma verdadeira lenda do mundo dos RPGs.

Em todos os games da franquia, os protagonistas Ryu e Nina recebem a ajuda de outros personagens curiosos que seguem arquétipos muito parecidos. Apesar de a fórmula básica dos jogos ser sempre a mesma, cada história conseguiu encantar um tipo de player. Se a Capcom resolver voltar a dar atenção a esse nome poderoso, a festa dos fãs de RPGs estará garantida!

A Capcom e suas muitas franquias adormecidas

Chegamos ao fim desta lista e, sinceramente, fiquei com muita vontade de jogar, pela enésima vez, alguns desses clássicos. Cabe destacar que, não faz muito tempo, a Capcom anunciou alguns planos para reviver “IPs adormecidas”.

Desse modo, esta lista pode ser uma boa dica sobre aquilo que podemos esperar. Por ora, temos um Resident Evil 3 Remake a caminho, mas, como pôde perceber, a Capcom ainda tem muitas franquias adormecidas esperando por um retorno triunfal. Até mais…

Compartilhe isso...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email