Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020
Notícias sobre Games e e-Sports



Call of Duty: Warzone está tendo problemas com “cheaters”

Jogos online, historicamente, sempre tiveram problemas com “cheaters”. Isso não é surpresa para ninguém. E, claro, esses “cheaters” sempre escolhem…

Por Yohan Bravo , em Outros Games , data: 2 de abril de 2020 Tags:, ,

Jogos online, historicamente, sempre tiveram problemas com “cheaters”. Isso não é surpresa para ninguém. E, claro, esses “cheaters” sempre escolhem jogos de grande apelo como alvos. Nesse sentido, devido ao grande sucesso, Call of Duty: Warzone acaba se tornando o alvo mais óbvio atualmente.

Sim, o game tem sofrido com hackers e jogadores trapaceiros e a situação acabou forçando a Activision a tomar medidas drásticas para proteger seu recém-lançado Battle Royale. Call of Duty: Warzone sequer completou um mês de vida e acaba de superar a marca de 50 mil contas banidas. Vamos entender essa história?

Call of Duty: Warzone – um game cheio de trapaceiros…

Call of Duty: Warzone foi lançado no dia 10 de março e rapidamente se tornou um grande sucesso. O jogo é uma parte do poderoso Call of Duty: Modern Warfare, mas se posiciona como uma alternativa gratuita e independente.

Por conta disso, desde o seu lançamento, o game tem batido muitos recordes e colocado muitos jogadores dentro dos seus campos de batalha. Infelizmente, alguns milhares, dentre esses jogadores, eram trapaceiros.

Call of Duty: Warzone

Pois é! O jogo tem sofrido com a presença de hackers e “cheaters”. Esses players fazem uso de recursos automatizados para levar vantagem nos combates. Dentre as principais trapaças, temos Aimbots, Wallhacks, No Recoil, Radar Hack e outras artimanhas muito conhecidas por quem joga jogos de tiro online.

Como Call of Duty: Warzone já garantiu a diversão de mais de 30 milhões de jogadores, a Activision resolveu agir para evitar que alguns milhares de players acabem prejudicando a experiência de todos que jogam à luz dos conceitos de “fair play”.

Banimentos em massa

Por meio de um comunicado oficial, a Activision anunciou o banimento de mais de 50 mil contas. De acordo com a publicação, esses banimentos têm acontecido desde o lançamento do jogo. E sim, as contas banidas foram acusadas de “jogar sujo”.

“Não há lugar para cheaters nos jogos. Warzone tem tolerância zero para os cheaters […] nós levamos muito a sério todas as formas de trapaça, mantendo um nível justo de jogo para todos como uma das nossas grandes prioridades. Esta é uma área que temos vindo a trabalhar com muita intensidade”, disse destacou a publisher em seu comunicado.

Para quem sofreu “nas mãos” desses “cheaters”, a notícia é mais do que bem-vinda. Afinal, não há nada mais frustrante do que ter um alvo na mira e ele escapar, atravessando uma parede, como se fosse um fantasma.

Enfim, Call of Duty: Warzone é, sem dúvidas, um excelente Battle Royale e merece atenção. Se a Activision continuar trabalhando para deixar o jogo justo, a experiência só tem a melhorar. Vamos torcer para que as coisas fiquem mais justas. Até a próxima…

Compartilhe isso...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email