Siga nossas redes sociais

League of Legends

Circuito Desafiante: Team oNe e Red Canids dividem a liderança; Falkol e Rensga vencem a primeira

Publicado

em

A segunda semana do Circuito Desafiante foi de tropeço para alguns e superação para outros. A única equipe que conseguiu vencer os dois jogos foi a Red Canids, enquanto a única que perdeu os dois confrontos foi a Havan Liberty.

Confira o resumo da segunda semana dos mais bem colocados do Circuitão 2020.

Team One

A oNe terminou a segunda semana com uma vitória e uma derrota. No jogo contra a Rensga, os destaques da equipe foram Mateus “Skybart” e Bruno “Brucer”, jogando de Camille e Galio, respectivamente. O jogo de equipe e o entrosamento entre os dois jogares foi importantíssimo para a vitória. “Skybart” terminou a partida com 8 abates e 8 assistências, enquanto “Brucer” teve 5 abates e 10 participações.

Já no jogo da terça-feira, contra a Falkol, a equipe não teve o mesmo aproveitamento. Apesar do equilíbrio no início, ficaram atrás no placar de dragões, e isso foi um diferencial para a derrota.

O coach da equipe, Guilherme “Snowlz”, admitiu os erros na partida.

Red Canids

A Red cresceu nos últimos dois confrontos. Com às duas vitórias durante a semana, chegaram a três e dividem a liderança do campeonato com a Team oNe. Nos dois confrontos, o destaque da equipe foi Alexandre “Titan”. O atirador conseguiu contribuir com abates nos dois confrontos, jogando de Ezreal e Kog’Maw.

Contra a Falkol, a Red fechou a partida após dar um “backdoor” nos adversários. Fingiram que iriam fazer o Dragão Ancião, mas Guilherme “Guigo” teleportou para a base inimiga e destruiu o Nexus.

No segundo confronto, uma vitória tranquila sobre a Havan Liberty, onde o “Titan” terminou com sete abates, um a mais do que todo o time da Havan.

Redemption

A Redemption foi “do céu ao inferno” nesta semana de Circuito Desafiante. Apesar de terem chegado à terceira colocação, com dois pontos, a rodada teve um gosto amargo.

No jogo da segunda-feira, enfrentaram e venceram a equipe da Havan Liberty com facilidade. A estratégia foi dar vantagem à Marcos Henrique “Krastyel”, que pickou Vayne na rota do meio contra um Galio. O plano funcionou e o mid laner terminou a partida com 12 abates, cinco a mais do que todo o time da Havan.

Já no jogo contra a Rensga, que no momento era a lanterna do campeonato com três derrotas, tudo deu errado. “Krastyel”, dessa vez, trouxe um Ryze para Summoners Rift, que não conseguiu crescer durante a partida. A Rensga dominou o confronto em todos os momentos e saiu com a vitória.

Havan Liberty

Se a Redemption foi do “céu ao inferno”, a Havan Liberty foi apenas ao inferno. A equipe vinha de duas vitórias na primeira semana, mas viu essa vantagem ir por água abaixo.

A estratégia não funcionou nem contra a Redemption e nem contra a Red Canids e, com isso, a Havan não conseguiu incomodar os adversários e cedeu duas vitórias tranquilas.

Jogadores importantes como o top laner Mateus “Fitz” e Nélio “Thunder”, que haviam sido fundamentais na primeira semana, não conseguiram repetir as boas atuações nos últimos jogos e a Havan como um todo foi abaixo da média.

Acadêmico de Jornalismo.
Amante do mundo dos E-sports.

Nosso canal no Youtube

Posts Recentes

Trending