Siga nossas redes sociais

League of Legends

Circuito Desafiante: Team oNe e Red Canids dividem a liderança; Falkol e Rensga vencem a primeira

Publicado

em

A segunda semana do Circuito Desafiante foi de tropeço para alguns e superação para outros. A única equipe que conseguiu vencer os dois jogos foi a Red Canids, enquanto a única que perdeu os dois confrontos foi a Havan Liberty.

Confira o resumo da segunda semana dos mais bem colocados do Circuitão 2020.

Team One

A oNe terminou a segunda semana com uma vitória e uma derrota. No jogo contra a Rensga, os destaques da equipe foram Mateus “Skybart” e Bruno “Brucer”, jogando de Camille e Galio, respectivamente. O jogo de equipe e o entrosamento entre os dois jogares foi importantíssimo para a vitória. “Skybart” terminou a partida com 8 abates e 8 assistências, enquanto “Brucer” teve 5 abates e 10 participações.

Já no jogo da terça-feira, contra a Falkol, a equipe não teve o mesmo aproveitamento. Apesar do equilíbrio no início, ficaram atrás no placar de dragões, e isso foi um diferencial para a derrota.

O coach da equipe, Guilherme “Snowlz”, admitiu os erros na partida.

Red Canids

A Red cresceu nos últimos dois confrontos. Com às duas vitórias durante a semana, chegaram a três e dividem a liderança do campeonato com a Team oNe. Nos dois confrontos, o destaque da equipe foi Alexandre “Titan”. O atirador conseguiu contribuir com abates nos dois confrontos, jogando de Ezreal e Kog’Maw.

Contra a Falkol, a Red fechou a partida após dar um “backdoor” nos adversários. Fingiram que iriam fazer o Dragão Ancião, mas Guilherme “Guigo” teleportou para a base inimiga e destruiu o Nexus.

No segundo confronto, uma vitória tranquila sobre a Havan Liberty, onde o “Titan” terminou com sete abates, um a mais do que todo o time da Havan.

Redemption

A Redemption foi “do céu ao inferno” nesta semana de Circuito Desafiante. Apesar de terem chegado à terceira colocação, com dois pontos, a rodada teve um gosto amargo.

No jogo da segunda-feira, enfrentaram e venceram a equipe da Havan Liberty com facilidade. A estratégia foi dar vantagem à Marcos Henrique “Krastyel”, que pickou Vayne na rota do meio contra um Galio. O plano funcionou e o mid laner terminou a partida com 12 abates, cinco a mais do que todo o time da Havan.

Já no jogo contra a Rensga, que no momento era a lanterna do campeonato com três derrotas, tudo deu errado. “Krastyel”, dessa vez, trouxe um Ryze para Summoners Rift, que não conseguiu crescer durante a partida. A Rensga dominou o confronto em todos os momentos e saiu com a vitória.

Havan Liberty

Se a Redemption foi do “céu ao inferno”, a Havan Liberty foi apenas ao inferno. A equipe vinha de duas vitórias na primeira semana, mas viu essa vantagem ir por água abaixo.

A estratégia não funcionou nem contra a Redemption e nem contra a Red Canids e, com isso, a Havan não conseguiu incomodar os adversários e cedeu duas vitórias tranquilas.

Jogadores importantes como o top laner Mateus “Fitz” e Nélio “Thunder”, que haviam sido fundamentais na primeira semana, não conseguiram repetir as boas atuações nos últimos jogos e a Havan como um todo foi abaixo da média.

Continuar lendo

League of Legends

Em nota, Ranger desabafa sobre momento individual e da equipe, “tem coisa mais triste para um atleta?”

Publicado

em

ranger-flamengo-cblol

O caçador do Flamengo Esports, Filipe “Ranger” Brombila, publicou uma nota, nesse domingo (5), momentos após a derrota para a FURIA ESPORTS pelo CBLOL. Na carta aberta, Ranger fala sobre suas expectativas no início de temporada, descontentamento com a performance individual, além de problemas com relação a equipe.

Ranger vem sendo bastante criticado pela torcida, devido ao uso de “memes” e “piadas” logo após as derrotas no CBLOL, além de ser considerado culpado pelas recentes punições que o clube sofreu, quando perdeu alguns banimentos antes das últimas partidas.

“Primeiramente, em relação às brincadeiras que faço com frequência em stream ou redes sociais, nunca tive ou terei o intuito de desrespeitar o clube, ou a profissão que exerço. O valor de um atleta não se mostra no 1% de tempo em que está em exposição, mas sim nos outros 99% em que cumpre com seus deveres, honra seu público e seus companheiros com trabalho duro e dedicação. Não estou aqui pra tirar o meu da reta ou pra me gabar das minhas atitudes, mas se tem UMA coisa que não podem tirar de mim, é meu empenho e profissionalismo no dia a dia”, se defendeu o jogador.

O caçador também deixou claro que há problemas internos com relação aos companheiros de time, e isso pode ser um dos motivos para a má fase em que vive o Flamengo.

“Passei a ignorar pequenas atitudes que, ao longo do tempo, foram envenenando nosso time. Eu me forçava a ignorar 30, 40 minutos de atraso pra evitar conflito. O mesmo com tomadas de decisão erradas ou o fato de não revisarmos nossos erros às vezes. Abstive-me de uma postura de liderança, em que simplesmente não ligava se estivéssemos fazendo múltiplas coisas erradas, simplesmente não queria estar mais ali”, desabafa.

Por fim, o jogador se sente bastante abalado com a situação, coisa não comum se tratando da personalidade e perfil do caçador.

“Por muito tempo repeti a mim mesmo que xingamentos e ofensas em relação a mim não me abalavam. Sofri com isso a vida toda, não? Já ouvi que não seria ninguém mesmo de dentro da minha família. Por que estranhos fariam diferença agora? Também não sei, mas fazem. Abster-me colocou-me numa situação muito delicada em que achei que não tivesse saída, mas p* que p*, nada dá mais vontade de vencer do que calar a boca de quem duvida de você”, finaliza o player.

O Flamengo de Ranger vem de três derrotas seguidas no CBLOL, apresentando uma performance muito abaixo do que foi visto no primeiro Split. A equipe ocupa apenas a sexta colocação, com quatro vitórias e seis derrotas.

Para acessar a nota completa do caçador, clique aqui.

Continuar lendo

League of Legends

Pain segue como líder; Coach do Flamengo demonstra decepção com o desempenho da equipe e mais. Confira o resumão da 5ª semana do CBLOL

Publicado

em

No último sábado (4), tivemos o início da série de confrontos da quinta semana do Campeonato Brasileiro de League of Legends.

E estamos trazendo para vocês as principais novidades do que aconteceu no torneio. A tabela do campeonato segue abaixo, com destaque da Pain Gaming que permanece líder do campeonato com apenas uma derrota.

9° rodada – Sábado (04/07)

Kabum E-Sports x Vivo Keyd

Começando a quinta semana, a equipe da Kabum iniciou o jogo com erros básicos que a equipe da Keyd soube aproveitar no início, mas infelizmente a composição e a vantagem de ouro conquistada pela Kabum era grande.

Em um teleporte mal sucedido do Yang em uma luta na rota inferior, acabou atrasando muito jogo. A Keyd conseguiu igualar o número de abates nessa luta na bot-lane, porém em uma chamada de Dragão por parte dos mesmos, o confronto acabou ficando para Kabum.

O jogo ficou muito acirrado, mas a Kabum conseguiu levar os objetivos com maestria e levar o GG, terminando assim a primeira partida da série de confrontos deste final de semana.

MVP: Revolta – 6/1/12 de Volibear

paiN Gaming x Santos E-Sports

A paiN obliterou a equipe do Santos começando o jogo com First Blood do brTT na rota inferior. A equipe começou o jogo abrindo uma vantagem de quatro abates contra o peixão e conquistando todos os dragões da partida.

A paiN em nenhum momento teve dificuldade para vencer os confrontos e em luta no meio do jogo o brTT conseguiu um Quadra Kill para o time que permanece líder do segundo split do CBLOL.

MVP: Esa – 1/1/8 de Leona

INTZ x Flamengo Esports

A equipe do Flamengo Esports não se saiu bem neste final de semana. O time que até agora permanecia neutro na tabela do campeonato, fez duas partidas decepcionantes.

O jogo começou com uma luta na rota do meio que ocasionou no First Blood para equipe da INTZ. A equipe dos intrépidos conquistou todos os elementais do jogo e lutaram muito bem em todos os confrontos, e ainda foi aberto a venda de ingressos do Circo de Soled com o duelo entre os top-laners Tay e Bankai, o Tay levou a melhor.

Na metade do jogo o inibidor da equipe rubro-negra já estava destruído e estava muito difícil segurar a pressão. Mas em uma luta na base, Tay fez um Triple Kill com seu Wukong e a equipe da INTZ levou a vitória pra casa.

MVP: Envy – 6/1/6 de Orianna

Prodigy x FURIA

Uma equipe que com certeza impressionou este final de semana foi a equipe da Prodigy. O First Blood aconteceu aos 10 minutos na rota do meio, quando o fNb desceu e abateu o mid-laner da Furia.

O jogo começou devagar principalmente pela rota inferior, por conta do início com abatedora que permite uma rota mais segura e com vantagem de ouro.

Dois dragões foram divididos entre às duas equipes, mas a Prodigy soube lutar muito bem ao longo da partida e abriu vantagem nos abates, e finalizaram o jogo já na casa dos vinte minutos.

MVP: fNb – 3/1/5 de Jayce

10° rodada Domingo (05/07)

Santos E-Sports x Kabum E-Sports

O primeiro jogo desse domingo foi o confronto entre Santos E-Sports e Kabum E-Sports.

A equipe da Kabum começou abrindo vantagem numa luta na rota inferior pegando o First Blood, porém a vantagem de objetivos conquistada pelo Peixão não fez com que a equipe ficasse para trás em ouro, já que a equipe da Kabum possuía mais abates.

Para quem joga League of Legends sabe que é crucial acelerar o andamento da partida caso seu time esteja na frente e assim evitar uma reação do time inimigo, no caso da Kabum, a equipe vacilou em momentos cruciais do game e a vitória ficou para o time do Santos, que em uma chamada de Barão deu GG e se confirmou no segundo lugar da tabela.

MVP : Sarkis – 2/1/13 de Senna

FURIA x Flamengo E-Sports

A segunda partida gerou uma decepção por parte dos fãs do Flamengo. A equipe começou o jogo com uma vantagem enorme de objetivos com três dragões.

Só que em uma chamada de Arauto por parte da equipe da Furia, a equipe rubro-negra ao contestar, perdeu uma luta e daí em diante só deu Furia. A revolta foi tanta que Thiago ”Djoko” Maia, Coach da equipe do Flamengo, respondeu às críticas e aos hates dos fãs no twitter sobre o desempenho da equipe nesse final de semana. Ele diz:

A declaração de Djoko demonstra a preocupação que o treinador tem pela sua equipe, já que o Flamengo no primeiro split permaneceu entre os melhores da competição até o final do torneio.

MVP: st1ng – 8/1/8 de Lee Sin

Prodigy x Vivo Keyd

Quem não deixou barato nessa quinta semana foi a equipe da Prodigy, que conseguiu às duas vitórias nas duas rodadas do campeonato.

A equipe começou com uma vantagem de quatro abates e desde então ficou imparável e sem dificuldades para vencer as lutas. Confira abaixo os melhores momentos do jogo:

MVP: Yampi – 2/0/7 de Volibear

paiN Gaming x INTZ

Como de costume a paiN não teve dificuldades de vencer a partida. A equipe conquistou todos os elementais do jogo e não deixou a equipe da INTZ sequer respirar.

Cariok está tendo um ótimo desempenho na competição e pode ser considerado um dos melhores caçadores do campeonato. Por conta disso, não poderia ser diferente o destaque da partida.

MVP: Cariok – 7/0/10 de Graves

Esse foi o resumão do que aconteceu na quinta semana de confrontos do CBLOL. Fique ligado nas próximas semanas para acompanhar o que está rolando por dentro do torneio de nacional de League of Legends. Os confrontos que acontecerão na sexta semana, são:

Sábado (11/7) 

  • Santos x INTZ
  • Flamengo x Prodigy
  • KaBuM x FURIA
  • Vivo Keyd x paiN

Domingo (12/7) 

  • Prodigy x INTZ
  • paiN x KaBuM
  • Vivo Keyd x Flamengo
  • FURIA x Santos
Continuar lendo

League of Legends

Lillia pode ser o novo campeão de League of Legends

Publicado

em

Por

A Riot Games sabe como deixar todos curiosos e cheios de teorias sobre o lançamento de novos campeões ou reworks. No mapa dos campeões de junho foi revelado que após o trabalho feito com Fiddlesticks e Volibear eles trabalhariam em novos campeões.

04_Forest

Descobrir algo sobre um novo campeão é como montar um quebra-cabeça, pois aos poucos vamos encontrando as peças em meio a vazamentos. Isso é algo incrível e sempre faz com que a comunidade criei conteúdo sobre o possível novo campeão – assim como estou fazendo agora.

O que sabemos sobre Lillia

Seguindo as pistas dos rumores uma imagem foi compartilhada recentemente nas redes sendo a possível Splash Art do campeão. Ela aparenta ser uma Dríade.

lilia-splashart

Se analisarmos alguns trechos do que foi publicado no mapa dos campeões é possível encontrar uma relação com a personagem, por exemplo:

“Porém, após o pó dos sonhos ter se dissipado, ele revelou uma duelista de médio alcance, saltitando em meio ao combate.”

Pelo aspecto do corpo da criatura na Splash Art é possível imaginar que ela ande saltitando e o que aparenta ser um cajado, no caso é uma lança que ela arremessa fazendo ataques de médio alcance. Outro ponto que podemos destacar é:

“Uepa! Eu não devia falar mais nada… Mas, talvez, quem sabe… Nós possamos encontrá-la! Mas em silêncio, tá? Ela é meio tímida e, se a assustarmos, ela pode acabar se defendendo e deixando nossa visão meio embaçada… e… turva. Está tudo ficando tão lento… NÃO! Precisamos ficar acordados!”

Esse segundo trecho demonstra que se trata de uma criatura e não um humano, onde ela pode se assustar apenas com a presença de outras pessoas e atacar na tentativa de se defender. Vale lembrar que criaturas misticas que possuem essa relação especial com a floresta normalmente são de Ionia, talvez nossa possível nova caçadora seja de lá.

Bom se já não bastavam essas informações no dia 26 de junho vazou alguns áudios que agitaram a comunidade e que reforçam o nome do novo campeão. Confira abaixo:

“Espíritos perdidos e ansiosos pelo florescer …. eu esperava por vocês.”

“Eles tomaram o seu lar Lillia. Não esqueça essa perda, deixe que ela flua por você”

Agora vamos fazer um paralelo com Warcraft que querendo ou não foi o pontapé inicial para os mobas de sucesso de hoje.

Na história de Warcraft existe a personagem Lunara e na sua descrição à uma referência na forma em que as irmãs dela andavam pela floresta, sendo a mesma citada para Lillia, veja:

“Enquanto suas irmãs mais jovens saltitavam em florestas idílicas, Lunara observava os mortais explorarem o esplendor da natureza. Em Azeroth, Cenarius, seu pai, a proibiu de retaliar. Mas aqui é o Nexus, e está na hora da natureza ter sua vingança.”

Ainda no mapa dos campeões ele cita a postura de combate de Lillialogo após dizer:

“Porém, após o pó dos sonhos ter se dissipado…”

Lunara vive no Bosque dos Sonhos, em Val’sharah. Isso pode ser uma coincidência, mas faz parte dessa teoria.

Esta é Lunara:

lunara

É possível que estejamos certos que Lillia seja a nova campeã porque são muitas coincidências. Agora se seguirmos no texto do mapa dos campeões eles afirmam que logo após o lançamento do campeão na rota selva um novo assassino será lançado e eles terão uma interação especial.

“Após a caçadora, lançaremos um novo assassino. Você poderá criar laços com esses Campeões em um evento maravilhoso que acontecerá no mês que vem.”

É possível que os dois campeões sejam lançados juntos já que existe um vínculo entre eles. E você tenha missões onde irá escolher um lado ou outro, assim como ocorreu no evento das skins Lux Cósmica e Lux Cosmos Negros.

Agora vamos falar do nosso novo assassino.

O que sabemos sobre o novo Assassino

Além do vínculo com Lillia, pouca coisa foi encontrada, mas é possível formar algumas teorias. No segundo áudio ele me lembra bastante os Darkins, e em um trecho lá no mapa dos campeões é referenciada uma arma.

“Estou segurando duas armas. Uma delas eu reconheço, e a coisa dentro de mim reconhece a outra.”

Então o novo campeão seria um Darkin? Talvez, mas vi outras teorias sugerindo o Rei Destruído e isso pode fazer algum sentido. Lillia poderia ser uma criatura das Ilhas das Sombras, assim como Maokai, porque antes de a ilha ser amaldiçoada ela era conhecida como Ilhas das Bênçãos onde vivia uma civilização nobre e evoluída.

E no segundo áudio é dito para Lillia não esquecer sua perda, já que eles tomaram seu lar.

06_Assassin_Tease

O que podemos relacionar entre as Ilhas das Sombras e o novo assassino? Veja esse trecho no mapa dos campeões:

“De repente, sinto algo me puxar em direção à criatura mascarada — será que fui eu? O puxão fica cada vez mais forte, e sinto meu subconsciente sendo arremessado em direção ao corpo, acelerando até que… BUM! Nós nos chocamos.
Uau… O que acabou de acontecer? Parece que eu acabei de sair de outra dimensão. Ou será que foi de uma fábula antiga?”

Agora veja esse trecho na lore das Ilhas das Sombras:

“No entanto, mais de mil anos atrás, um cataclisma mágico sem precedentes estilhaçou a barreira entre os mundos material e espiritual, fundindo ambos… e aniquilando toda e qualquer forma de vida em um instante.”

Da mesma forma que a essa fusão entre o mundo material e espiritual, de certo modo é o mesmo que acontece na descrição do mapa dos campeões, onde os dois corpos se chocam e acabam em outra dimensão.

E os áudios tratam também de espíritos que esperavam pelo florescer, Maokai sempre diz que espera o dia que a floresta volte a vida nas Ilhas das Sombras. Hoje ela é habitada por muitos espíritos.

Por fim, seria o Rei Destruído que estaria de volta? Ou quem sabe um assassino espectral das Ilhas das Sombras? Bom não podemos afirmar, mas podemos formar nossas teorias e esperar por novas pistas.

A Riot Games sabe muito bem como manter sua comunidade engajada, este tipo de abordagem e incrível e talvez seja um dos motivos do jogo ser um sucesso por mais de 10 anos.

Tem uma teoria? Deixe aí nos comentários adoraríamos saber sobre ela.

Continuar lendo

Trending