Siga nossas redes sociais

Outros Games

Em transação bilionária, Microsoft adquire a Bethesda e outros estúdios

Publicado

em

Ontem, 21 de setembro, a indústria e os fãs dos games foram surpreendidos com a notícia de que a Microsoft havia adquirido a empresa ZeniMax Media, que controla a grande desenvolvedora e Publisher Bethesda, além de outros estúdios igualmente importantes, como a id Software, por exemplo.

Como não poderia deixar de ser, a repercussão dessa transação bilionária foi enorme e até mesmo a Sony acabou sendo envolvida nas discussões, por inúmeros motivos… vamos entender essa história?

Microsoft compra a ZeniMax Media por US$ 7,5 Bilhões

De acordo com as informações relacionadas à aquisição da ZeniMax Media, por parte da Microsoft, a transação foi finalizada por um valor assustador (a empresa de Redmond investiu cerca de US$ 7,5 Bilhões). Pois é! A transação foi uma das maiores da história da indústria dos games e, por isso, deu o que falar.

Para quem não sabe, a ZeniMax Media era a controladora de empresas como a Bethesda, id Software, Arkane, Tango Gameworks, MachineGames e muitas outras. Obviamente, a informação que mais interessa aos gamers é a quantidade de franquias poderosas que a Microsoft adquiriu “só” com essa compra.

Nesse caso, a lista é enorme: DOOM, The Elder Scrolls, Wolfenstein, Fallout, Dishonored, Prey, Starfield, The Evil Within e por aí vai… E sim, a presença dessas franquias no portfólio de jogos do Xbox acaba aumentando o apelo dos consoles da próxima geração de forma considerável.

Wolfenstein

Wolfenstein

Afinal, uma das grandes críticas ao Xbox, em relação ao PlayStation, sempre foi a falta de grandes jogos exclusivos. E esse problema pode ter sido resolvido, já que agora não irão faltar opções para a Microsoft controlar, dentro do seu ecossistema.

Aliás, nesse sentido, é bom destacar que a empresa de Redmond já confirmou que os jogos das franquias adquiridas irão chegar ao Xbox Game Pass para PC e Consoles. Isto é, quem optar por um Xbox Series X | S na próxima geração não vai ter que investir “rios de dinheiro” em jogos de alto nível.

E quanto à Sony nessa história toda?

Conforme eu destaquei no início deste texto, a aquisição da ZeniMax Media e suas controladas, por parte da Microsoft, foi um movimento tão importante para a indústria, que até mesmo a Sony foi envolvida em algumas questões.

Em primeiro lugar, o alvo das discussões foi a exclusividade que alguns jogos das controladas da ZeniMax teriam no PS5. Esses games seriam os aguardados Ghostwire Tokyo e Deathloop.

De acordo com algumas informações, esses acordos serão honrados e a exclusividade temporária dos dois games será mantida. Logicamente, ainda não se sabe se isso também funcionará com os PCs, ou seja, há a possibilidade de esses jogos chegarem ao Game Pass dos PCs, já no lançamento.

Outra situação na qual a Sony foi envolvida foi uma movimentação bem interessante por parte dos fãs. Como todos sabem, os amantes do PlayStation sempre destacaram os grandes títulos exclusivos como uma das vantagens do console japonês, em relação ao Xbox.

Todavia, assim que esses defensores do PlayStation receberam a notícia da aquisição da ZeniMax Media e perceberam que a Microsoft ganhou muito terreno com esse movimento, eles “bagunçaram” a web, pedindo para a Sony adquirir as franquias da Konami, com o intuito de “equilibrar” o jogo.

Sem dúvidas, essa ação demonstra que, pela primeira vez, em muito tempo, a Microsoft está ameaçando a hegemonia da Sony.

A marca Xbox continua ganhando espaço!

Zenimax-Bethesda-Xbox-1

Bem, após todas essas informações, fica muito claro que a Microsoft e, principalmente, a marca Xbox estão ganhando um espaço enorme e se posicionando como uma força a ser reconhecida para a próxima geração.

Vale ressaltar que muitas das franquias que agora pertencem ao Xbox já estavam com games prometidos para o futuro (esse é o caso de jogos como The Elder Scrolls e Starfield). E sim, esses novos jogos têm tudo para fazer suas estreias diretamente no Xbox Game Pass, o que aumentará o “poder de fogo” do serviço ao máximo.

E um detalhe importante, que poucos comentaram, é o seguinte: a Obsidian, que pertence à marca Xbox, foi a criadora do aclamado Fallout: New Vegas. Então, como a franquia agora faz parte do portfólio da Microsoft, pode ser que tenhamos um outro grande game no futuro.

Resumindo, como a Microsoft havia prometido sua entrada na próxima geração de consoles vem sendo impactante. O Xbox Series X | S e as novidades do Game Pass, além das aquisições de grandes estúdios e franquias têm dado motivos para a Sony e seus defensores “mais fervorosos” começarem a temer o grande rival. E a briga está ficando cada vez melhor! Até a próxima…

Saudações! Sou Yohan Bravo, tenho 29 anos e sou Ghostwriter por escolha. Escrevo sobre o que amo: games, animes e mais uma série de coisas. Vez ou outra, escrevo sobre os meus devaneios e crio letras de músicas jamais cantadas.

Nosso canal no Youtube

Posts Recentes

Trending