Siga nossas redes sociais

CS:GO

MIBR garante a classificação para a fase de grupos da cs_summit6 North America

Publicado

em

csgo-mibr-vence

O MIBR disputou a chave dos perdedores no classificatório para a cs_summit6 North America, nessa terça-feira (23). Os confrontos foram contra YEAH Gaming e Triumph Gaming. Os brasileiros venceram as duas partidas (2×0 e 2×1 respectivamente) e garantiram a classificação para o campeonato.

Confira como foram as partidas:

MIBR 2 X 0 YEAH

MAPA INFERNO – MIBR 16 X 10 YEAH

A equipe da YEAH começou melhor no seu mapa de escolha. Jogando do lado terrorista na primeira metade, logo no pistol, Eduardo “Dumau” chama a responsabilidade para a invasão no bombsite A, garante quatro eliminações e a vitória no round.

Após vencer os dois rounds econômicos do MIBR, foi a vez de Alef “Tatazin” brilhar, vencendo um clutch pegando duas eliminações. A Yeah abusou das entradas no bomb B, principalmente, fazendo abates e segurando os retakes do MIBR. Com isso, chegaram a abrir 6×0 no placar.

O primeiro ponto do MIBR foi justamente numa entrada na B, mas, dessa vez, Fernando “Fer” e Vito “Kng” estavam lá para dar fim ao ímpeto do adversário.

Os dois jogadores foram peças chaves para a volta por cima do MIBR, que após seu primeiro ponto, não perderam mais na primeira metade, engatando uma sequência de nove rounds, fechando a etapa como ct com um 9×6 no placar.

No início da segunda metade, a YEAH venceu outra vez o pistol e o forçado. Mas, dessa vez, o MIBR conseguiu responder logo no primeiro armado.

Como haviam voltado para o jogo, apenas administraram a vantagem em rounds e também em economia. A YEAH ainda conseguiu emplacar mais dois pontos, mas não foi o bastante para uma reação. No momento em que o MIBR chegou ao match point, fechou a partida em 16×10.

MAPA TRAIN – MIBR 16 X 12 YEAH

Na Train, o MIBR do lado terrorista vence os três primeiros rounds da partida. No primeiro round armado, “Tatazin” consegue eliminar dois jogadores com a sua AWP no meio da smoke, trazendo o primeiro round para a YEAH.

Mas, o MIBR logo traz de volta o jogo à seu favor, quebrando a economia dos contraterroristas. Após a quebra econômica, os terroristas dominaram o mapa, alternando entradas e surpreendendo a equipe adversária, conseguindo abrir 8×2 no placar.

A YEAH, por sua vez, voltou a pontuar quando Victor “IDK” eliminou três jogadores, segurando a entrada do MIBR no bomb B.

Repetindo o que o MIBR havia feito no mapa da Inferno, a YEAH também não perdeu mais e somou rounds até o fim da primeira etapa, quando terminaram com a diferença mínima.

Agora do lado terrorista, a YEAH garantiu os três primeiros rounds, passando à frente do placar. O MIBR consegue empatar a partida em dois rounds improváveis. O primeiro, “Kng” venceu um clutch de AWP pegando três eliminações. No outro, Gabriel “Fallen” garantiu três eliminações com a Scout.

O jogo ficou bastante equilibrado na reta final. As equipes chegaram a empatar outra vez, em 12×12. Mas, no fim, Alencar “TRK” cresceu na partida e foi fundamental para a vitória do MIBR no mapa. Com uma defesa sólida nos bombs, o MIBR conseguiu fechar a partida em 16×12, garantindo a vaga para a final da chave no classificatório.

MIBR 2 X 1 TRIUMPH

MAPA OVERPASS – MIBR 31 X 28 TRIUMPH

O MIBR venceu o pistol da Overpass, no lado contraterrorista do mapa, mas logo a Triumph devolve no forçado e garante os dois rounds econômicos.

Já o primeiro armado ficou com o MIBR e esse foi o estopim para a recuperação dos brasileiros. Após passarem a frente do placar, o MIBR consegue fazer avanços e surpreender os adversários.

Os brasileiros conseguem mandar no jogo na primeira etapa, sempre em vantagem aos americanos. A primeira metade acaba com cinco rounds de vantagem para o MIBR, com o placar de 10×5.

Na segunda etapa o jogo começa a ficar mais equilibrado. A Triumph consegue melhorar o seu jogo agora no lado contraterrorista. Porém, a MIBR se recupera principalmente pelas atuações de Epitácio “TACO” e Vito “Kng” que conseguem abrir os bombs para a equipe. A MIBR chega ao map point da partida, com quatro chances de fechar.

Nesse momento Paytyn “Junior” e Michael “Grim” crescem  junto com a equipe e seguram os quatro rounds de map point e levam o jogo para over time.

Após cinco over times e muitos abates entre as equipes, o MIBR fecha o placar em 31×28 no primeiro mapa do confronto.

MAPA DUST2 – MIBR 6 X 16 TRIUMPH

A Triumph começa melhor no mapa de escolha da MIBR, vencendo round pistol e econômico. Os brasileiros respondem nos rounds seguintes empatando a partida.

No round decisivo para a economia das equipes, Michael “Grim” pega três jogadores pelas costas e estraga toda a estratégia do MIBR, quebrando a economia dos terroristas.

Os americanos foram superiores em toda a primeira metade, e durante a maioria do tempo ostentavam uma vantagem de sete rounds. E assim fecharam a primeira etapa em 11×4, destaque para “Grim” que terminou com 24 abates e 10 mortes.

Na segunda metade a superioridade continuou para o lado dos americanos. Apesar do MIBR ter vencido o round pistol e o seguinte, a Triumph fez os cinco rounds que faltavam para a vitória, logo em sequência, fechando o mapa em 16×6. “Grim” terminou a partida com 36 abates e 12 mortes apenas.

MAPA MIRAGE – MIBR 16 X 13 TRIUMPH

A Mirage começou de forma equilibrada. A Triumph venceu o round pistol com um desarme da c4 no meio de uma smoke. Com o dinheiro do plant, o MIBR conseguiu ir melhor armado no segundo round e devolver o ponto.

A primeira etapa continua bastante equilibrada. As duas equipes trocam rounds constantemente, sem que alguma abra uma larga vantagem. Paytyn “Junior” com 18 abates e Fernando “Fer” com 15, são os jogadores que mais matam no mapa. Os brasileiros conseguem terminar a primeira metade com a diferença mínima no placar, 8×7.

O início da segunda metade foi similar à primeira. A Triumph venceu o pistol, mas “Taco” e “Fer” cada um com duas eliminações de Desert Eagle, trouxeram o round forçado para o MIBR.

“Fer” que, no segundo mapa, puxou a responsabilidade para si e comandava a tabela de abates com 22. O jogo continua equilibrado, e as equipes caminham com placares próximos.

No round decisivo do confronto, quando estava 14×13 para o MIBR, “Kng” segura a entrada no bombsite B com a AWP fazendo três abates. No clutch, “Fer” leva o MIBR para o match point.

Com o jogo bastante encaminhado, a MIBR faz a defesa do bomb A e vence a partida por 16×13.

Próximos Confrontos:

Com a classificação assegurada, o MIBR disputará a fase de grupos da cs_summit6 North America. A próxima partida é nesta quarta-feira (24) diante da Team Liquid, às 16h.

 

 

CS:GO

Campeonato de CS:GO “E-Arena Game Lab” chega à fase final neste fim de semana

Publicado

em

Por

A Fast Shop realiza neste fim de semana (26 e 27 de setembro) as semifinais e final da E-Arena Game Lab – 1ª edição de Campeonato de Counter Strike Global Offensive (CS:GO), primeiro evento online e totalmente gratuito da rede voltado ao universo dos games que conta com o patrocínio da Intel, Lenovo e da HyperX.

A fase final promete muita emoção a participantes e espectadores e, reforça o posicionamento da Fast Shop no segmento de games.

“A realização de eventos proprietários de games é uma iniciativa inédita no varejo brasileiro e reflete nossa estratégia robusta de contribuir para o desenvolvimento da categoria no País, estreitando ainda mais nossa conexão com esse público. O formato digital que escolhemos para este campeonato amplia nossa capilaridade e democratiza a participação de gamers de todas as regiões, sejam eles amadores ou profissionais”, explica Pedro Velardo, gerente de trade marketing e CRM da Fast Shop.

Fase final da E-Arena Game Lab

Após três finais de semana de muita adrenalina e 128 times participantes, quatro equipes chegaram à fase final para a disputa do prêmio de até R$ 10 mil para compras no site da Fast Shop.

No sábado (26), às 13h, NOTREINNOWIN e Speed Esports se enfrentam em busca da primeira vaga na final. Na sequência, Vivo Keyd Academy e KeroVeNoLive disputam a segunda vaga na finalíssima.

Fase final da E-Arena Game Lab

Entre os semifinalistas, o que tem chamado a atenção dos espectadores nas transmissões é a pluraridade de experiência dos atletas e equipes.

Enquanto KeroVeNoLive inicia sua trajetória na categoria liderada pelo capitão eluu_, times como NOTREINNOWIN, Speed Esports e Vivo Keyd Academy são mais experientes e mesclam jogadores com passagens pelo cenário Pro, como Roberto “JRe1” Nakakogue, capitão do NOTREINNOWIN, e players que estão na caminhada para alcançar o nível de profissional como Mateus Ueta e Marcos “Hoax”, do Vivo Keyd Academy; e Lucca “camun” Toledo, um dos destaques do Speed Esports.

No domingo (27), às 13h, acontece a disputa do terceiro e quarto lugar e, logo na sequência, a grande final.

As partidas serão exibidas ao vivo com narração profissional nas redes sociais da Fast Shop. No domingo, a transmissão contará com a participação especial do Bida, um dos primeiros e principais narradores de CS do Brasil.

Continuar lendo

CS:GO

Fast Shop aumenta investimento na categoria de games com torneio gratuito online de Counter-Strike

Publicado

em

Por

A Fast Shop, referência no mercado de eletroeletrônicos e eletrodomésticos, realiza entre os dias 5 e 27 de setembro a E-Arena Game Lab – 1ª edição de Campeonato de Counter Strike Global Offensive (CS:GO).

Este é o primeiro evento online e totalmente gratuito da rede voltado ao universo dos games.

As inscrições para a competição, que conta com o patrocínio da Intel, Lenovo e da HyperX tiveram início nesta segunda-feira (24/08) e vão até o dia 3 de setembro.

Participe do campeonato “E-Arena Game Lab” de Counter-Strike (CS:GO)

Counter Strike Global Offensive

Podem participar times profissionais ou amadores com idades a partir de 16 anos completados até o dia final da inscrição.

A E-Arena Game Lab, que promete muita emoção e adrenalina a participantes e espectadores, reforça o posicionamento da Fast Shop no segmento de games.

“A realização de eventos proprietários de games é uma iniciativa inédita no varejo brasileiro e reflete nossa estratégia robusta de contribuir para o desenvolvimento da categoria no País, estreitando ainda mais nossa conexão com esse público. O formato digital que escolhemos para este campeonato amplia nossa capilaridade e democratiza a participação de gamers de todas as regiões, sejam eles amadores ou profissionais”, explica Pedro Velardo, gerente de trade marketing e CRM da Fast Shop.

Continuar lendo

CS:GO

FURIA vence Chaos e garante vaga na final da Dreamhack Open Summer 2020 North America

Publicado

em

 

FURIA Esports e Chaos EC se enfrentaram numa série MD3 válida pela semifinal da DreamHack Open Summer 2020 North America, nesta sexta-feira. Os brasileiros saíram vitoriosos, vencendo os dois mapas do confronto. Com a vitória, garantiram a vaga para a grande final da competição. A Chaos, por sua vez, se despede do campeonato com a 3-4 colocação.

O vencedor leva como premiação $35.000 e o segundo colocado fica com $20.000. A equipe da Chaos, por ter ficado em 3-4, garantiu $ 8.750.

Confira como foi o jogo!

MAPA NUKE: FURIA 16 x 8 CHAOS

MAPA NUKE: FURIA 16 x 8 CHAOS

MAPA NUKE: FURIA 16 x 8 CHAOS

O primeiro confronto da série foi disputado na Nuke, escolha da Chaos. A FURIA começou do lado ct e garantiu a vantagem inicial vencendo o round pistol e a sequência até o primeiro forçado. A equipe da Chaos não teve um bom início, venceu apenas o primeiro armado, enquanto os adversários acumulavam pontos, o que ocasionou numa pedida de pause no jogo.

Apesar da pausa, quem continuou com domínio na partida foi a FURIA. Kaike “KSCERATO” ditou o ritmo para a equipe no jogo, pegando eliminações em diversas partes do mapa.

A Chaos até tentou atrapalhar a boa metade da FURIA, ganhando dois rounds em sequência e quebrando a economia dos cts. Porém, mesmo no forçado, os brasileiros voltaram a pontuar e dominar o confronto, sem dar chances de recuperação aos americanos.

Com Henrique “HEN1” inspirado com 17 abates e apenas 3 mortes, a FURIA encaminhou a primeira metade pelo placar de 12×3.

Na segunda parte, as equipes trocaram rounds no início. Os brasileiros venceram o pistol, mas o forçado foi americano e isso seguiu acontecendo. Com isso, não tiveram muitos rounds armados na segunda metade.

Quando finalmente o armado acontece, “KSCERATO” e “HEN1” foram decisivos. A FURIA chegou ao match point e fechou a partida logo no round seguinte pelo placar de 16×8

MAPA INFERNO: FURIA 16 x 11 CHAOS

O segundo mapa do confronto foi Inferno, escolha da FURIA. Os brasileiros começaram melhor, vencendo o round pistol. Porém, desta vez, a primeira metade foi completamente equilibrada. As duas equipes trocaram pontos pelos 10 rounds iniciais da partida, deixando o placar em 5×5.

No décimo primeiro round, a FURIA só possuía uma AK47 nas mãos de “KSCERATO” e o resto da equipe fazia um round econômico, apenas de pistolas. Foi o que bastou para o jogador fazer quatro eliminações e desempatar o placar.

Após esse clutch, as duas equipes pontuaram mais duas vezes cada, e a primeira metade se encerrou com vitória da FURIA pelo placar mínimo.

A segunda metade, porém, foi de domínio total da FURIA. Os brasileiros emplacaram uma sequência de cinco rounds, até que os americanos fizessem o seu oitavo.

Com toda a vantagem no placar, a FURIA ditou o ritmo da partida, não dando chances para a recuperação dos americanos. Erick “Xeppaa” e Joshua “Steel” foram os que mais tentaram trazer a Chaos de volta para a partida, mas, “KSCERATO” estava num dia inspirado e foi o nome do confronto.

A FURIA fechou a partida em 16×11 e a série em 2×0, garantindo sua passagem para a grande final da DreamHack Open Summer 2020 North America.

GRANDE FINAL:

A grande final acontece no domingo às 14h. A FURIA espera o vencedor do confronto entre Team Liquid e Team oNe, que acontece ainda na sexta-feira. A DreamHack Open Summer 2020 North America tem chance de ser decidida num confronto brasileiríssimo.

Continuar lendo

Trending

X