Sábado, 07 de Dezembro de 2019
Notícias sobre Games e e-Sports


Need For Speed Heat merece um lugar entre os destaques de uma franquia lendária?

No dia 08 de novembro, Need For Speed Heat foi lançado. O vigésimo quarto título da franquia Need For Speed…

Por Yohan , em Outros Games , data: 1 de dezembro de 2019 Tags:,


No dia 08 de novembro, Need For Speed Heat foi lançado. O vigésimo quarto título da franquia Need For Speed surgiu batendo forças com o badalado Death Stranding e não fez feio. Sem dúvidas, o lançamento foi perfeito para comemorar os 25 anos da série.

Bem, o fato é que já se passaram alguns dias (desde o lançamento) e eu tive a oportunidade de experimentar o jogo. A princípio, posso dizer que a missão de recuperar a franquia, após o problemático Need For Speed: Payback, foi cumprida com sucesso.

Obviamente, eu posso dizer mais sobre o título, mas resolvi fazer algo mais interessante do que um review maçante. Veja bem: neste post vou relembrar 10 títulos da franquia Need For Speed que fizeram história.

Assim, ao avaliar os games e rever os pontos altos de uma história de mais de duas décadas, poderemos chegar à resposta para a pergunta sugerida no título deste post, ou seja: Need For Speed Heat merece um lugar entre os destaques de uma franquia lendária? É isso que vamos descobrir…

Need for Speed: Most Wanted

Quem acompanha a franquia Need for Speed desde o início sabe muito bem que foi apenas na era do PS2 que ela se tornou o nome poderoso que é hoje. Por isso, nada mais justo do que abrir esta lista com Need for Speed: Most Wanted.

Lançado em 2005, Most Wanted foi o nono jogo da franquia e trouxe muitas melhorias em relação aos títulos anteriores. Apesar de ter sido criticado pelo fato de as corridas clandestinas acontecerem durante o dia, o gameplay e as muitas opções de customização fizeram a cabeça da galera.

Como o título sugere, o foco principal do game era fugir da polícia e aparecer no topo de uma lista com os pilotos mais procurados da cidade de Rockport. Com essa premissa simples, Need for Speed: Most Wanted marcou seu nome na era do PS2 e no histórico de muitos gamers.

Need for Speed: Underground

Como eu disse, foi na era do PS2 que a franquia Need for Speed realmente cresceu. Para ser mais específico, foi com Need for Speed: Underground, de 2003, que a franquia da EA entrou para o grupo das lendas.

Usando como inspiração o filme Velozes e Furiosos, de 2001, Underground focou em corridas clandestinas e muitas opções de tuning. Além disso, esse foi o primeiro jogo da franquia a ter uma história, o que aumenta ainda mais a sua importância.

Por ser uma espécie de divisor de águas, Need for Speed: Underground é um dos jogos mais importantes da série. Com certeza, a geração do PS2 foi marcada por esse clássico.

Need for Speed: Carbon

Falemos agora de um dos meus favoritos. Need for Speed: Carbon, de 2006, é considerado, por muitos, como um dos melhores jogos da franquia. E não é sem motivos… o game elevou o conceito de corridas clandestinas a outro patamar. Aliás, a mudança foi tão drástica que a classificação etária teve que ser alterada.

Carbon conta uma história muito bem desenvolvida, que foca em uma cidade dominada por quatro gangues de corredores clandestinos. Ao entrar na aventura, já a toda velocidade, o player tem a missão de criar a sua própria gangue e dominar toda a cidade de Palmont.

Carbon foi o game mais personalizável da franquia (até aquela data), inclusive, com um modo de jogo próprio para criar carros invocados. Além disso, como esquecer das competições no Canyon, descendo a ladeira em alta velocidade? Por essas e outras, Need for Speed: Carbon marcou o seu nome entre os maiores jogos de corrida da história.

Need for Speed: Porsche Unleashed

Voltando um pouco no tempo, nossa lista estaciona no clássico Need for Speed: Porsche Unleashed, lançado no ano 2000. Esse game foi a última aparição da franquia no PS1 e foi o primeiro a focar em uma única montadora.

Apesar da ter apenas carros da marca Porsche, o game encantou muita gente com sua ótima jogabilidade, trilha sonora e gráficos. De certa forma, toda a aventura conta a história da evolução da marca alemã, começando em 1950, com o Porsche 356, e indo até o Porsche 996, lançado no ano 2000.

Por seu alto nível de simulação e por ser o último game da franquia a ter figurado na quinta geração de consoles, Need for Speed: Porsche Unleashed é mais um clássico que marcou gerações.

Need for Speed III: Hot Pursuit

Agora… vamos voltar um pouco mais no tempo e falar sobre o lendário Need for Speed III: Hot Pursuit, de 1998. O game brilhou nos PCs e no PS1, marcando os players por ter dado maior ênfase às famosas perseguições policiais.

No jogo, a polícia era realmente um problema, jogando barris de fumaça e usando dentes de jacaré para furar os pneus dos nossos carros. Ô saudade! Além do mais, o game foi o primeiro a dar aos jogadores o poder de escolher entre correr durante o dia ou durante a noite, com chuva, neve ou sol.

O jogo pode não ter sido o melhor, em termos técnicos, mas foi muito importante para consolidar o conceito de corridas clandestinas, que se tornou uma marca registrada da franquia. Por isso, Need for Speed III: Hot Pursuit não poderia ficar de fora da lista.

Need for Speed: Hot Pursuit

Provando que os conceitos consolidados há mais de uma década não haviam sido esquecidos, Need for Speed: Hot Pursuit surgiu em 2010, como uma espécie de remake dos jogos Hot Pursuit originais. Nesse título, que brilhou principalmente nos consoles da sétima geração, as perseguições policiais voltaram com tudo.

Passando-se na cidade de Seacrest County, o game deu aos players uma penca de carros exclusivos e muitas corridas. Porém, o grande destaque foi a opção de poder acompanhar a história pelo lado da lei, ou seja, pelo lado da polícia. Detalhe: os policiais podiam ter um Pagani Zonda… ô carrinho veloz!

Enfim, foi por reviver e dar maior importância às perseguições policiais que Need for Speed: Hot Pursuit se tornou mais um título desta lista de destaques da franquia Need for Speed.

Need For Speed: Underground 2

Retornando à era do PS2, temos Need For Speed: Underground 2. Lançado em 2004, o oitavo título da franquia fez bonito, ao melhorar tudo que já havia sido visto no primeiro Underground. Com novas opções e mecânicas, o jogo conseguiu ficar no topo do ranking de jogos de corrida por um bom tempo.

Nesse game, a história foi muito bem desenvolvida, começando com um acidente que destruiu o lindo Skyline conquistado no game anterior. Daí, a trama se desenvolve e, como sempre, temos muitas disputas entre clãs de corridas clandestinas. Aliás, quem consegue se esquecer das SUV’s? Carros lindos e lentos que só…

Need For Speed: Underground 2 também adicionou o modo Free Roam à franquia… função essa que também marcou a série e inspirou outros games de corrida. E sim, as contribuições de Need For Speed: Underground 2 marcaram época e fizeram o game merecer um lugar nesta lista.

Need For Speed: Rivals

Seguindo as ideias do Hot Pursuit lançado em 2010, Need For Speed: Rivals surgiu em 2013, para os consoles da sétima e oitava gerações. O game já nasceu com a responsabilidade de reerguer a franquia, após um Need for Speed: The Run que não foi tão bom quanto poderia ser.

Rivals trouxe algumas inovações para a série, como o sistema ALLDRIVE, que era uma espécie de sistema híbrido entre single e multiplayer. Além disso, o conceito de mundo aberto, explorado em Most Wanted, retornou com força. E, claro, o grande número de veículos, com a volta da Ferrari ao game, ajudou a deixar tudo ainda mais interessante.

Need For Speed: Rivals não foi o jogo mais bem recebido pela crítica, mas contou com mecânicas inovadoras que marcaram a vida de muitos pilotos virtuais.

Need for Speed: Pro Street

A listinha está chegando ao fim e acabei sendo obrigado a relembrar o clássico Need for Speed: Pro Street. O game foi lançado em 2007 e marcou a história da franquia por ter sido a primeira vez em que a EA “quebrou o padrão” e colocou os players em corridas legalizadas.

Contrariando seus antecessores, Pro Street colocou os players no mundo das corridas oficiais e ainda trouxe melhorias no sistema de danos. No game, qualquer deslize podia custar a vitória, já que os danos deixaram de ser apenas aparentes.

Com muitos carros e outras opções que fizeram a simulação melhorar bastante, foi em Need for Speed: Pro Street que a franquia mais se aproximou do formato tradicional dos jogos de corrida. E essa mudança, certamente, marcou a vida de muitos players.

The Need For Speed

Para fechar esta lista com dez jogos da franquia Need for Speed que marcaram gerações, vou ser obrigado a fazer uma singela homenagem ao jogo The Need For Speed… o primeiro… o jogo que deu início a uma das histórias mais importantes do mundo dos games.

Lançado em 1994, The Need For Speed foi um dos primeiros jogos a surgirem na quinta geração de consoles. Curiosamente, a ideia do primeiro título foi focar na simulação, dando aos players uma experiência mais próxima da realidade. Ainda assim, o jogo já apresentava carros de marcas famosas, perseguições policiais e corridas em locais com muito tráfego.

Sim, estamos falando de um clássico que está longe de ter a qualidade gráfica dos jogos atuais. No entanto, jamais podemos nos esquecer da origem das coisas. Por isso, The Need for Speed sempre terá um lugar especial no coração dos fãs dessa franquia lendária.

E quanto a Need for Speed Heat? O game tem espaço na lista?

Para começar, é importante ressaltar que Need for Speed Heat é um dos jogos de corrida mais bonitos dos últimos tempos. O jogo tem um visual impecável, com uma paleta de cores que realmente coloca o player no clima.

A aventura se passa na cidade de Palm City, que é uma cidade fictícia inspirada na cidade de Miami. E sim, o primeiro grande destaque diz respeito à construção em mundo aberto, que dá aos players a oportunidade de explorar cada cantinho do mapa.

Outro ponto importante é a dinâmica das transições entre dia e noite. Nesse caso, os players podem participar de corridas legalizadas e, quando “as luzes se apagam”, ingressar no mundo das corridas clandestinas. Isto é, um misto entre Need for Speed: Pro Street e Most Wanted (ou Carbon).

Em relação à quantidade de carros à disposição dos players, as opções são incríveis e a marca Ferrari retornou à franquia, após ter ficado de fora em Need for Speed: Payback.

No que diz respeito à jogabilidade, não há muito a ser dito, o game tem respostas precisas e está à altura dos padrões modernos. Se for possível reclamar de algo, eu diria que as perseguições policiais são um pouco desniveladas e, de certo modo, injustas (pendendo para o lado dos “tiras”).

Em suma, Need for Speed Heat é um belo título e pode ser incluído na lista de melhores jogos da franquia Need for Speed com segurança. É isso… resposta dada… até a próxima!

Compartilhe isso...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email