Siga nossas redes sociais

Outros Games

Os impressionantes números que comprovam o peso do mercado de jogos no Brasil

Publicado

em

Divulgação/Pxfuel

Que o Brasil é um mercado de peso para qualquer tipo de indústria pelo tamanho de sua população não é segredo para ninguém – e não seria diferente com a indústria de jogos, que cresce cada vez mais no mundo, com receitas na ordem dos 8 dígitos de dólares.

Segundo pesquisa da Superdata, mesma empresa que registrou um volume de receita de US$ 56 bilhões da indústria de jogos no planeta, o Brasil já ocupa o 5º lugar entre os países cuja população mais dedica tempo aos games. Não à toa o país é considerado o maior mercado de da América Latina e um dos 15 maiores do mundo, com uma expectativa de crescimento de mais de 5% até 2022.

Nem mesmo a pandemia conteve o crescimento da indústria de jogos digitais no Brasil. De acordo com a consultoria Nielsen Brasil, o varejo registrou um crescimento de 137% no mês de março, o primeiro do isolamento social. A venda de periféricos também cresceu 103%, acompanhando o ritmo de aceleração registrado em todo o mundo para o setor. Considerando todo o ano de 2020 até aqui, o aumento já é de 400% em relação a 2019.

O público gamer também cresceu: foi registrado um aumento de 7,1% no número de jogadores entre 2019 e 2020, segundo a 7ª edição da Pesquisa Game Brasil (PGB). O percentual de brasileiros que tem acesso a jogos eletrônicos, de acordo com o mesmo levantamento, é de 73,4% – ou seja, cerca de três quartos da população nacional.

Games fomentam empreendedorismo no Brasil

Foto: Divulgação/Wildlife

Com um mercado tão imponente, é natural que empresas nacionais voltadas ao setor surjam cada vez mais e também acompanhem esse crescimento. No país, estima-se que existam mais de 370 empresas desenvolvedoras de jogos, a grande maioria classificada como microempresa.

Uma das principais empresas nacionais é a Wildlife Studios, de São Paulo, que está entre os unicórnios brasileiros, ou seja, startups avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. Fundada em 2011 e responsável por games como Zooba, Tennis Clash, War Heroes e outros títulos para dispositivos móveis, a empresa é avaliada em US$ 3 bilhões e recentemente captou um investimento de US$ 120 mil da Vulcan Capital, fundo criado por Paul Allen, cofundador da Microsoft (falecido em 2018).

“Já somos um celeiro de talentos no setor de games móveis. Vamos continuar trabalhando para atrair e desenvolver os melhores designers de jogos do mundo. Possuímos um DNA empreendedor e, com esta nova rodada de investimentos, queremos nos tornar também uma plataforma para os melhores desenvolvedores. Vamos oferecer a infraestrutura necessária para que estes desenvolvedores vejam seus games alcançarem muito mais sucesso na Wildlife do que em qualquer outra empresa”, diz Victor Lazarte, co-fundador e CEO da startup.

Regulamentação de apostas online é um desafio

Um outro setor que tende a seguir a onda de crescimento da indústria de jogos é o de apostas online. Um dos avanços necessários diz respeito à regulamentação dos cassinos no país (em trâmite no congresso nacional), embora esse mercado já tenha ampla penetração no Brasil por conta empresas de jogos estrangeiras que atuam com licenças internacionais na internet.

O setor de apostas já movimenta R$ 34,1 bilhões no país, considerando as loterias, os sites que operam com licenças estrangeiras e também os estabelecimentos que atuam de forma clandestina. Porém, o potencial do mercado é ainda maior caso aconteça uma regularização que atenda aos interesses do segmento: R$ 60 bilhões. Além disso, o Brasil pode arrecadar R$ 30 bilhões com impostos relativos à exploração de atividades tanto em cassinos físicos quanto online.

Esports em alta

Foto: Divulgação/CBLOL

Outro segmento que revoluciona o mercado de jogos é o cenário de jogos competitivos – os Esports. Desde que o termo se popularizou, os jogos digitais ganharam um outro patamar – chegando até as transmissões de emissoras voltadas a esportes, como ESPN e SporTV. A TV aberta também se rendeu à modalidade e chegou a televisionar campeonatos durante a pandemia.

A revolução é clara: se antes o público consumidor de jogos era o grande alvo do mercado, o crescimento dos Esports deu destaque a um outro público – o espectador. Estima-se que o Brasil seja o terceiro maior mercado do mundo em termos de audiência, com 21 milhões, atrás apenas de China e Estados Unidos, conforme reportagem da revista Istoé Dinheiro.

O sucesso é tanto que clubes como Flamengo e Corinthians apostam cada vez mais nos Esports e têm equipes competitivas em diversas modalidades, somando-se a outros times exclusivamente focados nos games, como Pain, INTZ, Kabum, MiBR e Fúria Esports.

Só o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) e o Circuito Desafiante, que é uma espécie de torneio de acesso para o CBLOL, distribuem uma premiação de R$ 480 mil por ano no pais, o que se explica pela atração de grandes marcas patrocinadoras, como Red Bull e Gillete.

Esses são apenas alguns números que provam que, definitivamente, os jogos no Brasil deixaram de ser uma simples “brincadeira de criança” e se tornaram uma indústria das mais lucrativas e com potencial de crescimento enorme – envolvendo cada vez mais setores ligados ao entretenimento.

Outros Games

Como domar dinossauros em Ark: Survival Evolved

Publicado

em

Por

Chegou a hora de falarmos sobre os Dinossauros! Convenhamos que em Ark: Survival Evolved eles são as estrelas do show. Esse jogo de sobrevivência e ação está disponível na Epic Games e na Steam, pelo valor de R$93,99.

Nesse game, você pode ter seu próprio PET de muitos metros da altura e hoje você irá aprender como domar dinossauros em Ark: Survival Evolved.

Vale lembrar que esse tutorial é para o Ark: Survival Evolved para PC. Caso, você goste do Mobile, lembre-se de deixar seu comentário e nós traremos conteúdo também para o mobile.

Vamos lá?

Como domar dinossauros em ARk: Survival Evolved – Preparativos

Não é só chegar para um dinossauro, piscar os olhinhos e esperar que ele se apaixone por você. Existe um verdadeiro passo-a-passo para ganhar um novo amigo em Ark. Primeiro, será necessário fabricar e estocar alguns itens essenciais:

  • Armas
  • Narcóticos
  • Comida

Antes de qualquer coisa preciso te alertar que domar um animal é um processo lento e que dependendo do seu alvo, pode demorar horas. Quanto mais preparado para enfrentar esse desafio, maiores serão suas chances de sucesso.

O processo de domesticação segue uma ordem específica.

Primeiro, você precisará deixar o animal inconsciente. Existem duas formas de fazer, a primeira é utilizando tranquilizante e a segunda é gerando um dano. No entanto, isso diminui suas chances de domesticá-lo.

Uma das melhores armas para domesticar seu “PET” é um arco ou uma besta com Tranquilizer Arrows (Flechas Tranquilizantes ou sedativas).

Mas, deixarei aqui alguns links de outras opções interessantes.

Os links são para o site Gamepedia, onde você encontrará todas as informações disponíveis a respeito.

Outro ponto essencial é ter muita quantidade de comida. Mas, para isso eu te dou um “hack”, existe uma calculadora de domação. Você coloca a raça do animal e o level dele, a calculadora irá mostrar a quantidade de comida necessária para domar seu dino.

Bora para o passo-a-passo?

Como domar um dinossauro

Passo 1 – Derrube seu dino com as armas que já falamos acima. Ele precisa ficar inconsciente. Mas, é possível fazer isso sem as armas tranquilizantes, basta atingi-lo com a menor quantidade de dano possível, apenas para apagar seu animal.

Passo 2 – Usa a mira para acompanhar a barra de consciência e domesticação. Você precisará manter o animal desacordado para ter sucesso, assim, pode colocar algumas narcoberrys em seu inventário, junto com os outros alimentos ou causar um pouco mais de dano para ele (CUIDADO SE OPTAR POR ISSO, você pode matar ele). Aperte E e arraste toda a comida para o inventário do dino.

Passo 3 – Agora é hora de ser vigilante! Fique ligado em outros predadores, mas sem deixar seu dino desamparado. Observe, as barras do animal para verificar se há mais necessidade de comida, narcóticos.

Sendo assim, fique atento aos inimigos! Nesse momento, vários outros dinos podem aproveitar a deixa para te atacar! Esteja devidamente armado e preparado para os desafios.

Passo 4 – Logo após essa etapa tensa, seu dino vai acordar e estará pronto para receber suas ordens. Escolha um nome bem lindo para seu novo amigo (ou não rsrs) e aproveite todos os benefícios que ele te dá.

Agora é a sua vez de conseguir um dino!

 

Continuar lendo

Outros Games

Netmarble anuncia o pré-registro do MMORPG de mundo aberto A3: Still Alive

Publicado

em

Por

A Netmarble anunciou nesta sexta-feira (25), o pré-registro do game A3: Still Alive, no App Store e Google Play. Agora, os jogadores poderão garantir uma série de itens dentro do jogo.

Baseado no jogo A3 Online para PC, A3: Still Alive mistura RPG online de mundo aberto e Battle Royale, gênero com partidas nas quais diversos jogadores se enfrentam até que apenas um sobreviva.

Ambientado em um mundo apocalíptico de fantasia, os jogadores precisam ficar de olhos abertos em um ambiente Player vs. Player (PvP) enquanto lutam contra inimigos em um intenso combate hack & slash.

A3: Still Alive traz diversos modos de jogo PvP e PvE, incluindo Cerco ao Castelo, Presença Sombria e Chefe Mundial. O jogo também leva gráficos de qualidade de console aos celulares, com mundos 3D renderizados que ganham vida graças à excelente otimização da Unity Engine.

A3: Still Alive

“A3: Still Alive conquistou grande popularidade após seu lançamento no mercado coreano, ficando em 1º lugar em downloads na App Store e na Google Play. Sentimos que agora é o momento perfeito para levar essa história para o resto do mundo,” disse Joong Sun Chang, produtor-executivo de Netmarble. “Graças à integração dos intensos elementos do combate Battle Royale, o mundo sombrio e perigoso de A3: Still Alive nunca foi tão convidativo para explorar.”

As recompensas de pré-registo incluem:

  • Itens in-game no valor total de US$20 que serão distribuídos conforme o número de pré-registros:
    • Acima de 200.000: 200.000 Ouro;
    • Acima de 400.000: 100.000 Pedra de Mana;
    • Acima de 600.000: 60 Topazes;
    • Acima de 800.000: Astralma de Hannemorin de 3 estrelas (*Astralma’ é um item que conjura um Espiritualista, um NPC que luta junto com os jogadores);
    • Acima de 1.000.000: Armadura de Herói nível 60.
  • 100.000 Ouro e 50 Diamantes Azuis, assim como um Anel de Silvadoo para jogadores de iOS e um Anel de Errel para usuários de Android.

Os jogadores também podem ganhar pontos no site do A3: Still Alive, com até 12 pontos oferecidos ao efetuar o pré-registro do jogo no site ou através da App Store ou Google Play, se compartilharem o vídeo promocional nas redes sociais ou convidarem os amigos para o pré-registro.

Os pontos podem ser trocados por uma chance de ganhar itens raros no jogo, incluindo:

Itens

  • Astralma Brilhante
  • Baú de Astralma Brilhante
  • Astralma

O pré-registro de A3: Still Alive está disponível em 172 países por todo o mundo!

Continuar lendo

Outros Games

Samurai Shodown é anunciado para Xbox Series X/S

Publicado

em

Por

A Snk Corporation anunciou nesta sexta-feira que o jogo Samurai Shodown chegará aos consoles de nova geração Xbox Series X e Xbox Series S no verão brasileiro.

Atualmente o game está disponível para Playstation 4, Xbox One, Nintendo Switch, Stadia e Epic Games.

Desde a sua criação, em 1993, a série Samurai Shodown redefiniu os jogos de luta com armas. Onze anos após o lançamento da versão anterior, a série dá as boas-vindas a um jogo completamente novo!

Samurai Shodown

Em constante evolução, a franquia conhecida pelas batalhas de tirar o fôlego e pelos personagens deslumbrantes, atinge um novo patamar com um fantástico visual e design de som! Escolha Samurai Shodown para Xbox Series X ou Series S!

“Previsto para chegar em breve ao mercado, o Xbox Series X|S é o mais inovador e avançado console de nova geração da Microsoft, e eu não poderia estar mais animado em fazer parte de sua presença massiva entre a comunidade de jogadores”, diz Yasuyuki Oda, produtor de Samurai Shodown.

Continuar lendo

Trending

X