Siga nossas redes sociais

PUBG

PUBG: 8 erros comuns que você deve evitar para se dar bem no game

Publicado

em

Por

Em PUBG, um mero deslize pode ser a diferença entre vencer a partida ou ser eliminado rapidamente. Mesmo um jogador mais habilidoso acaba abatido facilmente por um novato caso vacile por alguns segundos.

Se você quer conquistar o Chicken Dinner e evitar mortes bobas, deve evitar alguns erros comuns. Listamos aqui oito deles e como evitá-los:

1 – Forçar combate sem equipamento

PUBG

Querer entrar logo na ação é um erro clássico de quem está começando a jogar PUBG. Tenha em mente que PUBG é, antes de mais nada, um jogo de sobrevivência. Por isso, os equipamentos dão uma vantagem enorme no combate.

Assim que cair no local escolhido no mapa, foque em encontrar o melhor equipamento possível.

Coletes, capacetes, itens de cura e armas poderosas são essenciais para entrar no jogo com chances de vitória. Sair caçando inimigos com uma pistola, poucas balas e nenhuma proteção é pedir para voltar ao lobby rapidamente.

2 – Usar armas idênticas (Solo e Squad)

PUBG permite levar diversas armas equipadas durante sua jornada pela sobrevivência. Dentre as armas de fogo principais, é possível levar duas variações. O erro mais comum aqui, e que acaba com boa parte das suas chances de vencer, é levar duas armas idênticas.

No caso do modo Solo, você vai ficar previsível se tiver duas armas do mesmo tipo. Duas snipers, por exemplo, tornam você muito vulnerável na hora de lutar de perto.

O ideal é ter duas armas distintas para poder encarar qualquer embate com chances de vencer. Uma sniper e uma escopeta, seguindo essa lógica, te deixam mais preparado para surpreender os inimigos em qualquer situação.

No caso do modo Squad, é preciso considerar também as armas dos seus amigos de time. Utilizar armas que carregam o mesmo tipo de munição, por exemplo, pode deixar o seu squad na mão no decorrer da partida, já que vocês precisarão dividir o loot que conseguirem pelo caminho.

Quanto mais variação de armas e munições, melhor preparado está o time para vencer.

3 – Correr com a arma na mão

PUBG

Uma das situações mais desesperadoras do PUBG é ser alvejado em campo aberto, forçando aquela corrida desenfreada até a pedra ou árvore mais próximas. Um erro cometido tanto por novatos quanto por alguns jogadores veteranos é sair correndo em linha reta e com a arma na mão.

Ao correr em linha reta, você facilita o trabalho do adversário, que vai conseguir prever a sua posição futura sem muito esforço.

Correr com a arma na mão, por sua vez, dá mais tempo para o atirador te acertar, já que seu personagem se movimenta mais devagar assim. Guarde a arma e corra em diagonais, alternando a direção constantemente, para chegar com alguma vida na cobertura mais próxima.

Correr com a arma na mão também causa muitas mortes por conta do gás. Se você planejou errado e acabou ultrapassado pelo gás, guarde a arma imediatamente e corra o mais rápido que puder para a próxima zona segura.

4 – Não alterar o modo de disparo

Grande parte das armas mais utilizadas no PUBG, os ARs e as SMGs, possuem diferentes modos de disparo. Uma M416, por exemplo, conta com disparo automático e também o modo single. Outras armas contam ainda com o modo Burst Fire.

Cada um desses modos serve melhor em uma situação específica e alterá-los, sempre que necessário, deixa a sua arma mais versátil e o seu jogo mais mortal. Também evita que você passe pela vergonha de segurar o dedo no mouse/gatilho na hora do combate e disparar apenas uma vez por não estar no modo Auto.

5 – Carregar itens errados na mochila

A mochila é um acessório essencial para a sobrevivência no PUBG. Carregar miras, granadas, balas e itens de cura são importantes para não cair antes das últimas safes. No entanto, muitos jogadores erram na quantidade de cada um deles e acabam deixando itens essenciais para trás.

Leve apenas o tipo de munição necessária para a sua arma. Pouco mais de cem unidades dessa munição são mais que suficientes. Evite levar mais de uma dezena de bandagens ou um número muito grande de kits médicos. O mesmo vale para miras e equipamentos para uma arma que você ainda não encontrou. Menos é mais em muitos casos aqui e a variedade é mais importante que a quantidade.

6 – Esquecer das granadas

PUBG

Muitos jogadores se esquecem da importância que as granadas têm em combate. Outros simplesmente esquecem de usá-las em combate e só as deixam ocupando espaço na mochila. Um erro comum e que deve ser evitado.

Lance granadas não só para derrubar inimigos, mas também para tirá-los do conforto, forçar que se movam e, especialmente, diminuir a vida deles antes do seu “rush”. Nas safes finais, uma granada é geralmente o que você precisa para ter a vantagem necessária e vencer.

7 – Lutar fora da cobertura

Não é raro ver jogadores insistindo na prática de lutar fora de uma cobertura, ou seja, expostos.

Se alguém atirar no seu personagem, corra para a cobertura mais próxima antes de tentar revidar. Se você vir um inimigo, ache um ponto protegido, de preferência que te dê alguma vantagem, como um terreno elevado, antes de começar a lutar.

A cobertura é a sua garantia de segurança caso algo dê errado. Além disso, permite que você fique protegido de diversas direções, que podem esconder inimigos que ouviram o seu combate. Cobertura primeiro, combate depois.

8 – Lootear logo após abate

PUBG

Assim que o jogador consegue um abate, especialmente se tiver com um equipamento limitado e medíocre, a vontade é de correr e tentar ver o que o inimigo tinha guardado e serve, um erro mortal.

Após abater um inimigo, o melhor a fazer é, primeiramente, ver se não há mais ninguém por perto e se a área está segura. Tentar fazer o loot de forma impulsiva vai te deixar exposto, pronto para ser abatido por alguém que ouviu os disparos do seu último confronto.

Isso também vale para o modo Squad, quando um dos seus amigos é derrubado. Antes de tentar levantá-lo, verifique se a área está limpa. Terminar o combate nesse momento é mais importante e dá mais chances de pelo menos um de vocês ficar vivo.

Olá! Meu nome é Beatriz Chiessi tenho 27 anos, formada em Gestão Empresarial, fã de games e doramas ♥

Trending