Siga nossas redes sociais

PUBG

Pubg Mobile Pro League Americas: seleção final de times é definida

Publicado

em

O Pubg Mobile Pro League Americas já confirmou a seleção de times participantes para a final, com um formato totalmente online.

A competição contará com os:

  • Top 5 times do PMCO Global Finals 2019;
  • As 6 melhores equipes do PUBG MOBILE Club Open (PMCO) North America;
  • As 4 mais prestigiadas do PMCO LatAm;
  • E as 5 vencedoras do PMCO Brazil.

Todas essas equipes competirão por uma posição no PUBG MOBILE World League (PMWL).

A Primeira Temporada do PMPL Americas, começa no sábado (6) às 20h (horário de Brasília) e termina em 28 de junho.

A competição será transmitida ao vivo pelo Twitch, com os melhores narradores para tornar a ação ainda mais empolgante para os fãs. As transmissões serão narradas em inglês, português e espanhol.

O PMPL integra o PUBG MOBILE 2020 Esports Program, que possui um prêmio total de US$ 5 milhões.

Além disso, as equipes que se qualificarem no PMCO North AmericaBrazil LATAM terão a oportunidade de competir na liga profissional contra algumas das maiores equipes do mundo. As 6 melhores equipes do PMPL poderão participar do PMWL. A edição de 2020 conta com uma das estruturas mais robustas do esports.

Equipes que estão competindo pelo Pubg Mobile Pro League Americas

As equipes competindo pelo PMPL Americas são:

  • As 5 melhores equipes do PMCO Global Finals 2019: Cloud9, Tempo Storm, Omen Elite, Team Queso e B4 eSports
  • As 6 melhores equipes do PMCO NA: Wildcard Gaming, GRUNTo Esports, X-Quest Gaming, Simplicity e Pittsburgh Knights
  • As 5 melhores equipes do PMCO Brazil: Loops, Enxame Gaming, ACE1, Trem Carreta Furacao e Team Solid e uma convidada: a B4 Esports
  • As 4 melhores equipes do PMCO LATAM: Cream Real Betis SA, A7 eSports, Cultu Bgbg, Mezexis Esport

Essas 21 equipes serão divididas em cinco grupos e participarão de quatro semanas de partidas oficiais.

Dentre essas equipes estão famosos, como o Marco, da Team Queso. Representando a Argentina, Marco garantiu um total de 27 eliminações no PMCO Regional Finals em 2019, recebendo o título de MVP da PMCO Fall 2019 South America Regional Finals.

Além disso, UnEeVeN, da Cloud9, também estará presente — o jogador foi premiado como MVP da PMCO Fall 2019 North America Regional Finals MVP após 19 incríveis eliminações no PMCO Regional Finals em 2019. Ambos os jogadores agora estão de volta, em busca de mais títulos.

Assista à ação em twitch.tv/pubgmobile ou no Canal de Esports do PUBG MOBILE no YouTube para descobrir em primeira mão quem será o MVP e quem garantirá sua posição no PMWL.

PUBG

PUBG distribuirá 700 keys durante Festival da Sorte

Publicado

em

Por

Inspirado no outono chinês, começa hoje (29) o Festival da Sorte de PUBG, que vai distribuir 700 chaves para PC, valendo skins raras e exclusivas, além de caixas de itens.

Durante a comemoração, que vai até 11 de outubro, os jogadores brasileiros terão diversas chances de concorrer aos prêmios por meio das redes oficiais de PUBG e lives de parceiros, com desafios que ainda serão anunciados.

Edição especial do Quebra-Pau

Ao longo do evento, acontecerá uma edição especial do Quebra-Pau, competição semanal narrada pela equipe do PUBG, e que trará as chaves como premiação.

No Quebra-Pau, os jogadores participam de quatro partidas, com regras totalmente diferentes, no modo Battle Royale em dupla e apenas em 1ª pessoa.

O evento é aberto e premiará tanto os participantes quanto espectadores.

PUBG

PUBG

Já na Invasão PUBG, streamers parceiros podem ter suas transmissões “invadidas” pela equipe do PUBG Brasil, que irá distribuir keys aos espectadores por meio de sorteios ou desafios.

Por meio do PUBG Desafia, as redes sociais do jogo desafiam um convidado a cumprir missões no campo de batalha.

Em caso de vitória, o desafiado receberá as keys como premiação. Caso não cumpra, o prêmio será sorteado para o público.

Continuar lendo

PUBG

PUBG: Atualização 8.3 chega às versões de console

Publicado

em

Por

A atualização 8.3 já está disponível para as versões de consoles e do Google Stadia de PLAYERUNKNOWN’S BATTLEGROUND (PUBG) com novidades de gameplay, além da estreia de um novo modo de jogo, o Arena Mode.

A atualização também implementou um item que impede que o jogador receba dano da zona azul, um novo sistema de balsa para o mapa Erangel e duas novas fases no modo Team Deathmatch para Sanhok.

PUBG

Novidades da atualização 8.3

Jammer Pack

Disponível para os modos não-ranqueados dos mapas Karakin e Sanhok, permite que os jogadores não tomem dano quando estiverem na zona azul por um curto período de tempo – ao custo de uma mochila de nível 3.

Cada mochila terá sua energia reduzida ao longo do tempo e, ao final, se tornará uma mochila normal.

Balsas de Erangel

O mapa mais conhecido de PUBG, Erangel, recebe uma melhoria para seu sistema de trânsito com a chegada de balsas que vão do continente até a ilha de Sosnovka.

Cada uma das balsas ficará estacionada em uma das docas por um curto período de tempo até partir para mais uma viagem.

Arena Mode

Disponível dentro do PUBG Labs, um sistema onde os jogadores podem testar jogadas, recursos e também modos em desenvolvimento, o Arena Moede traz partidas rápidas em equipe, com até 64 jogadores no mapa.

Exclusivo do modo, os jogadores poderão comprar armas e equipamentos no menu de carregamento, em vez de encontrá-las pelo mapa. O modo ficará disponível apenas entre 25 e 28 de setembro e 2 e 5 de outubro.

Atualizações diversas de gameplay

O novo sistema de assistência foi expandido para além do modo ranqueado. Foram adicionados indicadores de combate da equipe para facilitar saber quando um colega está em apuros.

O número de itens duplicados que podem ser adquiridos por meio do Loot Truck foram reduzidos para evitar o acúmulo de muitos equipamentos iguais.

Continuar lendo

PUBG

PUBG: Confira 8 curiosidades incríveis sobre o game

Publicado

em

Por

Como todos sabem, o PUBG está disponível na PS Plus, serviço de assinatura do Playstation, até 5 de outubro.

E para saciar a curiosidade dos jogadores que chegaram recentemente, e também dos antigos, separamos alguns fatos interessantes sobre o Battle Royale original, do significado do nome ao processo de criação do jogo e seu vínculo bastante único com o Brasil. Confira!

1 – O que significa PUBG?

É bem comum encontrar pessoas que saibam do que se trata o PUBG, mas não façam idéia de seu significado. Tudo fica ainda mais complicado ao pronunciar o nome por inteiro: Player Unknown Battlegrounds. No entanto, o significado é bem mais simples do que parece.

O criador do jogo se chama Brendan Greene, que por muito tempo atuou ativamente na cena online de jogos de guerra realistas. Enquanto jogava ARMA 2, U.S. Army e outros, seu nick era exatamente Player Unknown.

Na próxima vez que você for jogar uma partida no PUBG, saiba que está se divertindo no campo de batalha do Player Unknown.

2 – Um Mod do Mod

Brendan Greene não era ativo apenas jogando simuladores de guerra. Ele também gostava de inventar as suas próprias regras e depois disponibilizar os mapas criados para outros jogadores.

Apaixonado por Day Z, na época um Mod de sobrevivência com zumbis do jogo Arma 2, ele criou, junto com um amigo, uma versão do mapa com mais armas e munições espalhadas. Como os jogadores tinham mais acesso aos equipamentos, os zumbis se tornaram o menor dos perigos.

O objetivo então era cair no local, pegar as melhores armas possíveis nas casas e sair caçando uns aos outros. Lembrou o PUBG? Não é coincidência, foi daí que surgiram as primeiras ideias de gameplay para o gênero Battle Royale.

3 – Muitos entram, só um sai

Battle Royale

O gênero Battle Royale não tem esse nome à toa. Uma das inspirações para a criação do PUBG e de vários outros jogos do gênero foi o livro Battle Royale do autor Koushun Takami, que se tornou um best seller de alcance mundial.

Nesta obra vários estudantes são colocados em uma ilha e somente um deles pode sair vivo.

O livro foi adaptado para várias mídias, do mangá até o cinema. O PUBG, inclusive, tem algumas referências ao filme, como roupas dos personagens que podem ser encontradas em algumas das caixas que você recebe ao jogar.

4 – Brendan Greene em terras brazucas?

Você já deve ter ouvido falar que o Brendan Greene morou no nosso Brasil. Não é lenda, ele realmente passou um bom tempo por aqui. Antes de se tornar um desenvolvedor de jogos, ele foi DJ e fotógrafo na Irlanda, país onde nasceu.

Conheceu uma brasileira por quem se apaixonou e atravessou o oceano para se casar. O relacionamento não deu certo, rolou um divórcio e ele ainda ficou mais quatro anos por aqui.

Em uma entrevista ao canal de documentários no YouTube, Noclip, Brendan conta que não sabia muito o português e por isso não tinha muitos amigos no Brasil.

Enquanto juntava dinheiro para voltar para casa, ele acabou descobrindo o Day Z e criou, ainda em Varginha, Minas Gerais, seu primeiro mod do gênero Battle Royale no Arma 2.

5 – Sucesso instantâneo e sem marketing

PUBG Curiosidades

Com vários mods de sucesso e até participações assessorando na criação de outros jogos, como o H1Z1, Brendan foi melhorando sua capacidade de projetar sistemas e programar.

Quem o contratou e designou uma equipe para que ele pudesse criar o PUBG foi a Bluehole Studio, da Coréia do Sul. No dia em que foi contratado, Brendan tinha acabado de completar quarenta anos de vida.

O desenvolvimento não foi fácil e a primeira versão, ainda com vários problemas, foi lançada no Steam, uma das maiores plataformas de distribuição digital de jogos para PC. A Bluehole não gastou nada com anúncios ou marketing, mas a qualidade e originalidade do jogo falou por si.

Brendan conta ao Noclip que eles compraram champagne para quando ganhassem o seu primeiro milhão, o que eles não esperavam é que isso aconteceria em apenas seis horas após o lançamento.

O sucesso foi colossal e, até hoje, o PUBG detém o recorde de maior número de jogadores simultâneos no Steam, com um pico que passou de dois milhões de jogadores.

Hoje, o jogo também está disponível no PS4, Xbox One, além de possuir uma versão mobile para IOS e Android, o PUBG MOBILE.

6 – Winner Winner Chicken Dinner!

As regras do jogo são simples. Cem jogadores saltam de um avião em uma ilha e precisam lutar para ser o último sobrevivente.

O ganhador verá na sua tela uma frase que ficou famosa: “Winner Winner Chicken Dinner”, que teria uma tradução aproximada como “o ganhador recebe um jantar de frango”.

Isso tem um significado. Quando rolou a grande depressão de 1929, que quebrou boa parte das economias do mundo, muita gente empobreceu.

Muitos norte americanos recorreram aos jogos de azar nas ruas e tinham o costume de apostar nos dados. Quando venciam, gritavam exatamente a mesma frase, por ter garantido o dinheiro para o seu jantar com frango.

7 – A anjinha Eryn

Eryn

No PUBG há vários mapas, cada um com sua própria dinâmica e cenário. O primeiro deles foi Erangel, uma ilha fictícia próxima à Rússia. O nome tem um significado bem bonitinho.

O nome da filha do Brendan é Eryn e ele a chama de Angel, que significa anjo. Na hora de bolar o nome do mapa ele juntou Eryn e Angel para chegar em Erangel.

Esse mapa ainda conta com diversas referências ao mundo real, como a escola de Chernobyl, locais da Ucrânia e da antiga União Soviética.

Todos os outros mapas também contam com referências ao mundo real.

8 – É possível ganhar sem matar ninguém

O objetivo do PUBG é ser o último personagem vivo e não o que mais abateu adversários.

Como o próprio cenário vai afunilando e um gás mortal, que vai gradualmente tirando pontos de vida do jogador fora da zona marcada, é possível vencer a partida sem matar ninguém.

Há até uma conquista para o feito, chamada de Pacifista. É possível desbloqueá-la também jogando em equipe, deixando os amigos fazerem o trabalho sujo e terminando como último grupo vivo, mesmo sem ter matado ninguém com o seu personagem.

Continuar lendo

Trending

X