Siga nossas redes sociais

League of Legends

Rensga Esports desenvolve suporte psicológico para jogadores

Publicado

em

Por

Morar longe da família e ter pouco contato com os entes queridos; a pressão por resultados em um cenário altamente competitivo; lidar com os conflitos e emoções pessoais e ainda conviver, intensa e diariamente, com mais treze pessoas. Este é o contexto dos jogadores e staff da Rensga Esports que disputa esse ano seu primeiro Split no CBLOL.

A estreante vive um momento delicado no campeonato e procura desenvolver um trabalho completo para amenizar os impactos de uma sequência de derrotas entre os profissionais.

“A meta é ajudar em todos os aspectos: coesão de grupo, profissionalização e emocional”, comenta o psicólogo Leandro Prudente, que tem especialização em complexidade humana, joga League of Legends há seis anos e já atendeu uma equipe de esporte eletrônicos Tier 3.

O trabalho inicial está avaliando aspectos como a comunicação dentro do jogo e realizando atendimentos individuais para desenvolver apoio emocional, de maneira que isso favoreça a performance na competição.

“O suporte psicológico é fundamental para alcançarmos o equilíbrio entre outras valências, como a parte técnica e tática”, avalia André “Papel” Nunes, manager da Rensga. Segundo ele, os conflitos pessoais, além de outras questões internas, acabam refletindo no time como um todo. Em contrapartida, o equilíbrio emocional reflete em maiores níveis de concentração e resultados positivos nas partidas.

Coaches selecionados e players da Rensga Academy / Foto: Alan Moreira)

Coaches selecionados e players da Rensga Academy / Foto: Alan Moreira)

Derrotas x Vitórias

“O player que se cobra muito em ganhar se frustra mais e torna-se mais individualista, porque ele deixa de prestar atenção no processo”, explica Leandro. Ele conta que a vitória é consequência de uma evolução constante, controle das emoções e enxergar e aproveitar as oportunidades no jogo.

E pensando a médio e longo prazo o objetivo é claro: um time mais equilibrado emocionalmente, com níveis de inteligência emocional satisfatório para todos os jogadores. “Nossa intenção é amenizar os conflitos naturais da convivência diária e proporcionar uma melhor tomada de decisões tanto dentro quanto fora de jogo”, conclui Papel.

Além disso, vai dar mais eficiência nos bastidores. “Nos momentos de contratações, por exemplo, vai nos auxiliar a encontrar perfis que combinam além de analisar aspectos individuais a partir de ferramentas técnicas.”

Olá! Meu nome é Beatriz Chiessi tenho 29 anos, formada em Gestão Empresarial. Adoro games e doramas ♥

Siga nossa Twitch

Posts Recentes

Trending