Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020
Notícias sobre Games e e-Sports



Riot Games vai adotar sistema de franquias para o CBLoL 2020

A Riot Games acaba de anunciar uma mudança que prova o quanto o Brasil, com seu poderoso Campeonato Brasileiro de…

Por Yohan Bravo , em League of Legends , data: 21 de janeiro de 2020 Tags:, , ,

A Riot Games acaba de anunciar uma mudança que prova o quanto o Brasil, com seu poderoso Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), tem relevância na cena competitiva.

Segundo a informação, a empresa pretende adotar o sistema de franquias para as equipes que disputam o CBLoL 2020, assim como já acontece em outros países da América do Norte e na China. Com isso, as equipes poderão organizar melhor seus planos e garantir um crescimento mais sólido. Bem, essa é a promessa… vamos entender melhor essa história?

Como funcionará o sistema de franquias no CBLoL 2020?

Se avaliarmos o sistema de franquias que já foi aplicado em outros países, podemos dizer que a ideia, de modo geral, funciona assim: as equipes farão acordos com a Riot Games a fim de comprar suas participações no CBLoL. Por consequência, o Cricuito Desafiante, que é uma espécie de segunda divisão do CBLoL, deixará de existir.

“Este modelo permite às organizações uma visão de longo prazo para empreender projetos de investimento e crescimento, que são necessários para que possamos dar os próximos passos. A liga também se beneficia de uma visão de longo prazo, pois podemos construir projetos mais arrojados, com prazo maior, assim como outras regiões que já passaram por esta experiência”, diz a publicação da Riot Games em seu site oficial.

A ideia ainda está em uma fase inicial e a previsão é de que o sistema passará a ser adotado apenas em 2021. E, claro, a Riot já anunciou que todas as informações relacionadas ao assunto serão apresentadas em um momento mais oportuno, à medida que o planejamento for sendo desenvolvido.

Resumindo, o CBLoL poderá ser alçado ao nível dos maiores campeonatos nacionais de League of Legends do mundo. Obviamente, tudo dependerá de como as coisas serão implementadas. Sendo assim, temos que ficar de olho nas novidades. Até mais…

Compartilhe isso...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email