Siga nossas redes sociais

League of Legends

Essas cosplayers de KDA foram longe demais!

Publicado

em

Se você é fã de League of Legends, já deve conhece o KDA. Mas agora, essas cosplayers levaram a banda online a um outro nível, confira!

KDA: Kill Death Assist

A ideia foi retirada dos grupos de Kpop (pop coreano), mas o grupo em si, uniu o pop oriental e o ocidental.

O nome do grupo foi uma brincadeira com o gênero Kpop e a sigla “Kill, Death, Assist”

O mais legal do grupo, foi a produção. Quem deu voz as rainhas do pop em League of Legends foram as cantoras coreanas Mieyob e Soyeon, do G-Idle, e Madison Beer e Jaira Burns.

O primeiro passo, na produção foi a gravação da música.

Depois, houve a preparação e treino da nova coreografia. Mas, quando a dança já estava perfeita, ocorreu a captura dos movimentos, seguidamente, o pessoal das artes gráficas colocaram os movimentos nas nossas maravilhosas campeãs: Ahri,  Evelynn, Akali e Kai’Sa.

Um grupo virtual bem real

Dessa forma, o grupo trás a estrutura de um grupo de Kpop. Ahri faz o papel da líder, quem mantém o grupo unido e recebe maior destaques; Evelynn é a visual, que além de cantar e dançar, tem um apelo mais voltado para beleza; Kai’Sa é a dançarina principal, onde as coreografias mais elaboradas são destinadas à ela e seu talento natural e por último, temos Akali no papel de rapper.

Assim, a ideia ganhou um clip maravilhoso e você poderá conferir ele aqui embaixo:

Ao som de um refrão chiclete, as meninas dizem:

Ain’t nobody bringing us down down down down down down (Ninguém pode nos derrubar)
They could try but we’re gonna wear the crown (Eles podem tentar, mas nós vamos colocar a coroa)
You could go another round round round round round round round (Você pode tentar em outra rodada)
Wish you luck but you’re not bringing us down (Te desejamos sorte, mas você não vai nos derrubar)
We go hard (Nós nos esforçamos)

Till we get it get it (Até conseguirmos)
We go hard (Nós nos esforçamos)
We so in it in it (Estamos nisso)
We POP/STARS (Somos POP/STARS)
Only winning winning now (Apenas vencendo agora)
Ain’t nobody bringing us down down down down (Ninguém pode nos derrubar)

Dessa forma, a música trás muito a essência do kpop, com refrão marcante e uma batida contagiante.

Mas, vale relembrar que em 2018, as cantoras (e as Campeãs) arrasaram no palco no campeonato mundial, confira:

Quando o cosplay é levado para outro nível…

Que as meninas do Kda arrasam, isso nós já sabemos, mas algumas cosplayers levaram isso longe demais.

Então, a associação chinesa de cosplay BoliFlowerGarden (波利 花 菜园) produz diversos conteúdos voltados ao Cosplay. Dessa forma, ele resolveram dar vida ao grupo de LOL.

Mas, quer saber? o resultado foi incrível!

Alguns dos conteúdo não podem ir ao youtube por questões de Direitos Autorais, mas você pode acompanhar a Boli Flower Garden, nesse link.

Ahri foi representada pela cosplayers FeiJi (飞机), Kai’sa foi QiQi (七七).

Mas, Evelyn foi feita por XiaoMin ( 小旻) e Akali por Emeow (青描)

Além disso, Eles fazem diversos tipos de danças e cosplay, se você gosta de Vocaloid, vai adorar esse vídeo:

Assim, Na págino no Space, você pode encontrar mais de 100 vídeos . O forte dessas meninas são coreografias inspiradas no anime Love Live, mas também é possível conferir covers de grupos coreanos, apresentações inspiradas em Vocaloid e alguns dramas chineses.

Então, o que achou desse vídeo? Sem dúvida, o trabalho deles é de deixar o queixo caído!

League of Legends

Worlds 2020: INTZ vence Liquid e joga desempate contra a Mad

Publicado

em

Por

A INTZ venceu sua primeira partida no Worlds 2020 e ainda contra o adversário que é considerado um dos mais fortes do grupo, a Team Liquid.

Diferente das outras partidas, todos os jogadores conseguiram mostrar o porque mereciam estar neste mundial. Novamente com uma performance maravilhosa, “Tay” dominou o topo e junto com “Redbert” e “Shini” criaram as jogadas que deram a vitória para a equipe brasileira.

Composições dos Times

comp-intz-liquid

Com um jogo mais acelerado a INTZ buscou logo cedo os abates e conseguiu abrir a placar após uma luta próximo ao covil do Dragão.

“Shini” saiu com o first blood em cima do “Broxah” e com a chegada do “Tay” usando o teletransporte foram pra cima da Ashe e conseguiram mais uma eliminação e um ótimo começo para a equipe brasileira.

Deste modo o jogo seguiu com a INTZ buscando abates enquanto a Liquid se defendia e captava recursos.

No meio do jogo a Liquid já estava a frente no ouro, assim como nas outras partidas que a INTZ fez. Mas desta vez a equipe brasileira conseguiu alguns pickoffs na partida o que possibilitou um barão.

Com o barão em mãos a INTZ conseguiu conquistar mapa, e acabaram com as linhas de defesa da Liquid.

E depois de uma boa luta na rota do meio a INTZ desceu para o dragão, fez o buff e resetou. Agora o jogo já estava encaminhado, partiram rumo ao segundo barão fizeram o buff e a Team Liquid que só tinha o inibidor da rota de baixo viu suas torres caírem e o Brasil sair com a vitória.

Veja os melhores momentos:

Desempate contra a MAD

Agora a INTZ joga a série de desempate contra a MAD LIONS e depende só de si mesmo para permanecer viva no mundial de League of Legends. O jogo será após o confronto entre Legacy Esports (OPL) e a (TCL) Papara SuperMassive.

Continuar lendo

League of Legends

Worlds 2020: INTZ se complica com a terceira derrota no mundial

Publicado

em

Por

No segundo dia do Worlds 2020, a equipe brasileira INTZ se mostrou apática e fez o seu pior jogo no mundial. Por outro lado, os turcos da SuperMassive apresentaram um jogo dominante desde o início da partida. Deste modo, foram apenas 27 minutos para a equipe turca sair com a vitória.

Confira alguns detalhes da partida.

Composições dos Times

intz-sup

A SuperMassive montou um equipe para “scaling” e a missão da INTZ era neutralizar essa estratégia no early game.

Nos primeiros minutos do jogo o topo da INTZ estava bem avançado e foi pego por um gank do jungle da equipe inimiga, mas a INTZ não deixou barato e logo cobrou um abate contra a Lulu do “Bolulu” na rota meio.

A INTZ conseguiu o primeiro dragão, como nas outras partidas, mas quando resolveram fazer o arauto, uma luta estourou no topo assim que o arauto foi morto e a SuperMassive saiu com a vantagem deixando três abates nas mãos do Shen o que iria dificultar muito a rota do “Tay” com se Renekton.

Na tentativa de cobrar o topo da SuperMassive, a equipe inteira da INTZ partiu para um dive, mas o topo “Armut” estava muito bem preparado. Após “Redbert” errar a iniciação com sua Leona o jogador inimigo conseguiu sair bem das habilidades da equipe brasileira e ainda conquistou mais dois abates.

Com um Shen gigantesco e um Hecarim extremamente forte a equipe da SuperMassive dominou os outros objetivos, fez todos os dragões e conquistou a alma da nuvem, derrotou o barão e com a vantagem de jogo partiu rumo a base da INTZ e acabou com a partida.

Veja os melhores momentos:

INTZ se complica no Mundial de League of Legends

Para sonhar com a permanência na competição a equipe brasileira depende de uma combinação de resultados e torcer para que os times não pontuem duas vitórias no grupo.

Nos jogos de ontem (25) a equipe brasileira conseguiu alguns bons momentos, bem diferente do que vimos hoje.

O jogador “Shini” comentou sobre a sensação de inferioridade que a equipe sente e que as derrotas deixam ele com vontade de chorar. A equipe está sendo extremamente cobrada nas redes sociais, por bons e maus torcedores.

O próximo jogo da INTZ será contra a Team Liquid na segunda-feira (28) às 07h.

Continuar lendo

League of Legends

Worlds 2020: Intz termina o primeiro dia com duas derrotas

Publicado

em

Por

Infelizmente o primeiro dia não foi dos melhores para Intz. Mesmo com bons desempenhos individuais a equipe não conseguiu vencer o time que é considerado o mais “fraco” do grupo a Legacy Esports.

A partida contra a Legacy foi quase um replay do primeiro jogo. Onde a Intz começou perdendo o early game ao deixar a equipe da oceania abrir vantagem em ouro e assim conseguir sua vitória.

Composições dos Times

picks-intz-legacy

A Intz montou uma composição de “scaling” e apostava no Vladimir do “Tay” e o Ezreal do “Micao”.

Mas, assim como no jogo anterior a equipe ficou muito atrás em ouro, mesmo fazendo boas lutas e conseguindo alguns abates.

O jungle “Shini” dominou os dragões e garantiu a alma para a Intz, mas cada movimento da equipe brasileira era muito punido pela Legacy. Em um momento ao perder prioridade do dragão o jogador topo da Legacy utilizou seu teletransporte e conseguiu abrir o inibidor da rota topo. Desta forma eles neutralizavam qualquer tentativa de voltar ao jogo da equipe da Intz.

Por fim, a equipe da Legacy conseguiu uma luta 4×4 já que foçou o “Tay” no topo contra a Camille, e sem o Vladimir a equipe da oceania conseguiu elimitar os 4 jogadores da Intz e garantir o dragão ancião e seguiram rumo ao barão.

Com os dois Buffs não mão a Legacy partiu em direção a base inimiga, destruiu todos os inibidores e o nexus da equipe brasileira.

Veja os melhores momentos:

Começo de jogo complicado

A equipe da Intz está tendo um começo de jogo muito difícil, os times estão conseguindo uma vantagem de ouro muito grande e isso está pesando bastante no decorrer do jogo. A equipe consegue lutar bem e mesmo na desvantagem de ouro, consegue vencer algumas lutas.

Agora é acertar esse early game porque ainda teremos mais dois jogos um contra a Papara SuperMassive amanhã (26) às 06h e na segunda-feira (28) enfrentaremos a Team Liquid as 07h pelo Mundial de League of Legends de 2020.

Continuar lendo

Trending

X