Siga nossas redes sociais

CS:GO

Atuação de PKL como capitão é destaque

Publicado

em

O jogador Vinícios “PKL” Coelho saiu em alta da CLUTCH LA League Season 5.

Além do troféu da competição e o título de MVP, o jogador e capitão da paiN Gaming levou também o reconhecimento dos jogadores da equipe que comanda.

PKL é destaque CLUTCH LA League Season

Durante todo o torneio PKL foi um dos principais instrumentos para a caminhada da paiN Gaming que terminou com a equipe levantando o troféu de campeã.

Apesar de todo o time ter jogado bem, a atuação do capitão e a função dele dentro do jogo foi um dos principais pontos levantados por Rodrigo “biguzera” Bittencourt.

Em entrevista biguzera afirmou: “Ter o PKL é sinistro”.

O jogador rasgou elogios ao capitão que conduziu a equipe à vitória e chegou colocá-lo abaixo de um dos maiores ídolos do Counter Strike brasileiro: “É o FalleN no Brasil, depois ele. Nunca cheguei a jogar com o FalleN, mas já estive com pessoas lá de fora que estiveram ao lado dele e me confirmaram isso”.

A paiN caminha a passos largos para se consolidar como o melhor time do Brasil. Campeã da LA League neste domingo (27), a equipe também já acumula o título da BGC e da GC Masters III. Entretanto, biguzera afirma que o time não quer parar por aí.

De acordo com o jogador, a equipe vai em busca agora do título do Brasileirão de CS:GO. Líder do maior torneio do país a equipe tem na cola justamente a DETONA, adversária que derrotou nesse domingo.

De qualquer forma, o conjunto vai usar o título mais recente como estímulo para o restante da temporada.

Ainda sobre a entrevista com biguzera: “O título serve como estímulo para ir ainda mais motivado para o Brasileirão. Mas precisamos manter os pés no chão porque sabemos que ainda tem mais campeonato pela frente. Temos que ganhar mais jogos para garantir o primeiro lugar o título. A nossa meta agora é ganhar o Brasileirão”, disse bigu.

Apesar de confessar que já considera a paiN como melhor time do Brasil, o jogador reconhece que ainda é preciso fazer muito para continuar dominando o cenário.

Segundo biguzera, “se tinham dúvida de quem era o melhor time, o título da LA League provou que a paiN é o time a ser batido”.

Continuar lendo

CS:GO

River Plate investe no cenário competitivo de CS:GO

O clube argentino de futebol River Plate anunciou recentemente seu ingresso no cenário competitivo de CS:GO. Confira o elenco.

Publicado

em

Por

O cenário competitivo de CS:GO ganhou destaque nos últimos tempos. Isso aconteceu devido à massa de times e até patrocinadores que começaram seu investimento no game. O mais recente deles é o clube argentino River Plate.

Veja o elenco!

River Plate cria sua equipe de CS:GO

O time argentino apresentou sua escalação via twitter. A aposta do clube foi de estrelas do cenário local, sendo assim, a escalação foi a seguinte:

  • Ariel “arieldidi”
  • Ezequiel “KUN”
  • Guido “guidimon”
  • Mariano “MRN1”
  • Thomas “christopher”

Além desse elenco, o time será treinado por Hugo “rew4z”.

Relembrando que essa não é a estreia do clube dos e-Sports, já que ele também já possui um time de League of Legends, FIFA e Pro Evolution Soccer.

Continuar lendo

CS:GO

Evil Geniuses vence Gen.G e conquista o título da cs_summit6 North America

A Evil Geniuses, comandada pelo brasileiro Wilton “zews” Prado, venceu a Gen.G na final da cs_summit6, nesse domingo (5) e sagrou-se campeã da competição.

Publicado

em

cs_summit

A Evil Geniuses, comandada pelo brasileiro Wilton “zews” Prado, venceu a equipe da Gen.G na grande final da cs_summit6 North America, nesse domingo (5) e sagrou-se campeã da competição. Com o título, os americanos faturaram a quantia de US$ 22.000, além de 2000 pontos no “Regional Major Rankings”. Já a Gen.G, levou para casa US$ 16.000 e 1875 RMR points.

Vale lembrar que duas equipes brasileiras participaram deste torneio, MIBR e FURIA. Os dois foram eliminados durante a fase de grupos, mas em situações distintas. O MIBR, com dois jogos e duas derrotas ficou com 7-8º na tabela de classificação. A FURIA, por outro lado, fez três jogos, com uma vitória e duas derrotas na fase de grupos. Na decisão do 5º lugar, derrota diante à Cloud9 e 6º lugar assegurado.

O jogo

A Evil Geniuses iniciou o confronto MD5, com um mapa de vantagem sobre o adversário, por ter chego à final por meio da chave dos vencedores.

O primeiro mapa disputado foi Train, escolha da Gen.G, em que a EG optou por começar do lado contraterrorista.

Os terroristas começaram na frente, vencendo o round pistol e os dois seguintes. Porém, a EG logo tratou de confirmar o favoritismo do lado CT na Train, tomando conta da partida. Com importante atuação da dupla Cvetelin “CeRq” e Vincent “Brehze”, a equipe comandada por “zews” fechou a primeira metade em 11×4.

O segundo half continuou sendo de completo domínio da EG, e a equipe não teve problemas para encaixar os cinco pontos que faltavam para a vitória no mapa, inclusive sem deixar que a Gen.G pontuasse na segunda metade. “CeRq” com 26 abates e 9 mortes, além de “Brehze” com 20 eliminações e apenas 8 mortes, foram os destaques da EG no mapa da Train.

O mapa Inferno foi o decisivo do confronto. Diferente da Train, o embate foi muito mais equilibrado em certas ocasiões.

A EG teve o domínio completo da primeira metade jogando do lado terrorista. Encaixaram nove rounds até que o adversário fizesse seu primeiro, deixando o título cada vez mais próximo. Com “Brehze” inspirado também no segundo mapa, a EG fechou a primeira metade outra vez num 11×4, com o player sendo o destaque, carregando consigo 21 abates e apenas 6 mortes, números impressionantes se comparados com Kenneth “koosta”, jogador da Gen.G que teve 15 mortes na primeira parte, ou seja, em todos os rounds.

No segundo half, a equipe da Gen.G encaixou um lado terrorista bastante eficaz e voltou para a partida, encostando no placar e equilibrando o confronto. Timothy “autimatic” puxou a responsabilidade para si e foi peça importante para a recuperação da Geng.G no jogo.

No lado terrorista, a Gen.G chegou a empatar a partida em 14×14, fazendo com que o jogo fosse resolvido nos seus mínimos detalhes.

Mas, num round em que a estratégia de entrada dos terroristas no Bombsite A não funcionou, “CeRq” fez duas eliminações cruciais e levou a sua equipe para o match point, onde “Tarik” e “Ethan” fecharam a passagem do corredor do Bomb B, garantindo o 16º ponto e o título da cs_summit6 North America para a EG pelo placar de 3×0.

“Brehze” e “Ethan”, destaques no confronto da Inferno, somaram juntos 54 eliminações no mapa. Na soma dos dois mapas, “Brehze” somou 49 abates, sendo fator importante para a vitória da Evil Geniuses.

Continuar lendo

CS:GO

CS:GO – Valve apresenta novas medidas anti-cheat

Publicado

em

Um dos grandes problemas dos jogos online são o cheaters. Esses “players” trapaceiros atentam contra o “fair play” e conseguem prejudicar a experiência dos players honestos de uma forma considerável. Não à toa, as grandes desenvolvedoras estão sempre idealizando novas formas de combatê-los.

Nesse caso, resolvi criar esta notícia para dar destaque a uma nova série de ações anti-cheat lançada pela Valve, para o lendário CS:GO. Por ora, o sistema está em beta, mas não vai demorar muito até que seja implementado… vamos entender essa história?

Novo Beta “Anti-Cheat” para CS:GO

CS:GO

CS:GO

Como eu destaquei, a Valve continua lutando contra os cheaters, no game CS:GO. A nova ação da empresa foi a liberação de um Teste Beta, cuja intenção é avaliar a aplicação de um novo sistema anti-cheat.

De acordo com as informações, esse sistema “restringe significativamente os tipos de programas e arquivos que podem interagir com o game”. Em outras palavras, quando o player estiver jogando CS:GO e fazendo uso de outros programas, o sistema anti-cheat irá bloquear a execução de arquivos suspeitos.

Além disso, se o sistema anti-cheat estiver em execução, os players serão notificados sobre a utilização de programas suspeitos e receberão um alerta sobre a possibilidade de banimento, caso insistam em ignorar o alerta.

Como o sistema é bastante “agressivo”, é possível que a utilização de programas legítimos acabe sendo prejudicada. Aliás, é por isso que a Valve resolveu lançar uma fase Beta, ou seja, a intenção é encontrar um equilíbrio entre a melhor segurança e a melhor experiência durante o gameplay.

De todo modo, se você quiser participar do Beta, bastará ir até uma página da Steam que que foi criada para explicar como o procedimento de optar pelo Beta poderá ser feito.

Resumindo, essa é mais uma ação da Valve para tentar frear os cheaters e garantir uma experiência melhor para os “verdadeiros players”. Temos que torcer para que o feedback coletado na fase Beta seja bom o suficiente para garantir melhorias consideráveis, quando o sistema for realmente implementado. Até a próxima…

Continuar lendo

Trending